Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

"Este jogo vai ficar nas nossas vidas para sempre porque o que o aconteceu aqui foi heróico". O que disse Pepa após bater o Sporting

Treinador do Tondela era um homem exultante no final do encontro com o Sporting. Pepa diz que pediu aos jogadores para terem critério com bola e ressalvou o bom momento da equipa, não esquecendo o arranque difícil no campeonato

Tribuna Expresso

PAULO NOVAIS/LUSA

Partilhar

Jogo heróico

“A chave esteve no grupo de trabalho, que mostrou uma entreajuda tremenda. Este jogo vai ficar nas nossas vidas para sempre porque o que o aconteceu aqui foi heróico. Ninguém perdeu a cabeça e era fácil perder porque houve algumas decisões muito complicadas de engolir”

Estratégia

“Tentámos evitar os cruzamentos ao máximo. Sabíamos que sem o Bas Dost, sem essa referência, o Sporting ia ter um futebol mais rápido, mais vertical, com muitos homens entre linhas. O desafio que coloquei aos jogadores foi que tivéssemos critério com bola e além dos golos ainda tivemos outras oportunidades para marcar. Depois foi saber sofrer”

Jogar com 10

“Foi complicado. O Jaquité foi agredido sem bola na 1.ª parte e depois foi fácil metê-lo cá fora no início da 2.ª. Jogar uma 2.ª parte inteira em inferioridade é muito complicado, mas os jogadores foram fantásticos”

Bom momento

“Não podemos esquecer como estávamos há três jornadas. Hoje ganhámos 3 pontos e rigorosamente mais nada. O campeonato é uma maratona e não éramos os piores quando estávamos com 9 pontos nem agora somos os melhores. Há que ter confiança, acreditar no trabalho, não ficarmos pavões quando ganhamos nem nos escondermos quando as coisas estão a correr mal”