Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

"Um jogo é por si só, não tem nada a ver com o anterior nem com o próximo, mesmo com as mesmas equipas. Isso é que é fantástico no futebol"

Depois de ter sido eliminado da Taça de Portugal pelo Benfica (0-1), o Vitória de Guimarães volta a receber a equipa da Luz e Luís Castro garante que este jogo, para a 18ª jornada da Liga, nada terá a ver com o anterior

Tribuna Expresso

Partilhar

Abordagem diferente entre um jogo da Taça e da Liga

"Sim, somos capazes de aproveitar algumas nuances diferentes em relação ao último jogo, porque no último jogo, se falhássemos - e falhámos - não tínhamos margem. Mas olhamos para o jogo com a mesma vontade de ganhar, ainda que com algumas nuances estratégicas diferentes para este jogo".

André André e Tozé são "reforços" para este jogo

"Vamos a jogo fortalecidos porque aquilo que pensamos. É mais uma batalha que temos pela frente. A partir do momento em que saímos da Taça olhámos para 17 finais no campeonato, para atingir objetivos. Claro que quanto mais jogadores disponíveis tivermos, mais fortes ficamos. Claro que iremos estar mais fortes amanhã, porque temos mais jogadores disponíveis."

Jogo equilibrado na Taça

"A exploração da profundidade da nossa linha defensiva acabou por levar o Benfica ao golo, porque não conseguimos resolver isso bem. Já o esperávamos. Os movimentos interiores conseguimos anular, assim como a sobreposição do ala com o lateral, o que nos obrigou a ter uma linha de cinco momentaneamente. Vamos tentar aproveitar alguns espaços, como o Benfica vai tentar aproveitar os nossos espaços. É dentro dessa lógica que vamos a jogo. Vamos determinados porque sentimos que ficámos claramente aquém daquilo que podíamos ter feito em termos de resultado no último jogo".

Surpresas?

"Nada é decalcado. Um jogo é um jogo por si só, não tem nada a ver com o anterior nem com o próximo, mesmo que sejam as mesmas equipas. Isso é que é fantástico no futebol. Vamos tentar que desta vez caia para o nosso lado".