Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Sérgio Conceição atira-se a Rui Costa: “Vejo intensidade em duas equipas no campo e vejo uma terceira equipa que é mais fraca. Ponto”

Em declarações à SportTV, o treinador do FC Porto, criticou a arbitragem de Rui Costa e disse que o resultado justo seria o triunfo da sua equipa

A última vitória do FC Porto em Alvalade aconteceu em 2008, um ciclo que Sérgio Conceição quer interromper

FOTO OCTÁVIO PASSOS / LUSA

Partilhar

O que falhou

“No momento de meter a bola dentro da baliza. Tivemos um jogo bem conseguido, consistente, criámos muitas oportunidades. Merecíamos esta vitória. Por mérito do adversário e algum demérito nosso, não conseguimos. Agora, a entrega, a determinação e a ambição dos jogadores foi incrível. Mas tivemos uma terceira equipa que não esteve ao mesmo nível das outras duas. Existem demasiadas faltas, faltas verdadeiras que não se apitam... Vejo a intensidade das duas equipas e vejo uma terceira equipa que é mais fraca. Ponto.

Mexidas

“Tentámos meter homens na frente, refrescar as laterais. Cheguei a meter o Fernando por fora e o Otávio perto do Tiquinho, porque o Vitória já estava algo confortável. Os primeiros quinze minutos da segunda parte não foram bons, mas depois voltamos a ser melhores. Merecíamos ganhar.

A vantagem para o Benfica que se reduz

“Nós não vamos para os jogos confortáveis em nada. Não pensamos na vantagem pontual. Vamos para os jogos para ganhar, só dependemos de nós, vamos à frente. Há que dar mérito ao momento defensivo do nosso adversário. Seria preocupante era se não houvesse ambição.”

A lesão de Marega

“Marega? Acho que foi algo mais grave”