Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Francisco J. Marques pediu para ser ouvido no processo dos e-mails

Defesa portista requereu, esta sexta-feira, que o diretor de comunicação da SAD azul-e-branca e do Porto Canal seja ouvido no âmbito da ação cível movida pelo Benfica. Francisco J. Marques irá depor a 10 de abril, dia em que estava inicialmente agendadas as alegações finais do caso em que os encarnados demandam uma indemnização de € 17,7 milhões aos dragões

Tribuna Expresso

Partilhar

A equipa de advogados de defesa liderada por Jorge Cernadas interpuseram um requerimento para que o Tribunal Central Cível do Porto abdicasse do testemunho de Pedro Bragança, comentador do Porto Canal, e fosse chamado a depor Francisco J. Marques, o diretor de comunicação da SAD do FC Porto e da estação televisiva dos Dragões, em regime de declarações à parte.

Em comunicado, o gabinete de apoio à presidência do tribunal avança que o Juiz Presidente do Tribunal Judicial da Comarca do Porto, o Juiz Desembargador José António Rodrigues da Cunha, refere que foram ouvidas, esta sexta-feira, as últimas testemunhas, mas que terminada a inquirição “o réu Francisco José de Carvalho Marques requereu a prestação de declarações sobre os factos, o que foi deferido pelo Tribunal”, bem como a junção de documentos.

Perante os referidos requerimentos, não foi possível concluir, como estava previsto, a produção da prova, prosseguindo o julgamento a 10 de abril, dia em que Francisco J. Marques será ouvido.