Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Bruno Lage: "É fundamental toda a gente ver o que toda a gente vai produzindo em campo"

O treinador do Benfica, após o empate (1-1) com o Sporting da Covilhã, a contar para a Taça da Liga, disse que a equipa "não marcou os golos que devia ter marcado" e deixou uma espécie de mensagem subliminar, quando questionado sobre Zivkovic, que se estreou esta época, e outros jogadores com poucos minutos de competição

Tribuna Expresso

ANTÓNIO JOSÉ/Lusa

Partilhar

A análise ao jogo

"Não marcámos os golos que devíamos ter marcado, nem criámos oportunidades. Surgiu uma carambola no reinício de jogo e isola o jogador do Covilhã, meteram-se em vantagem, foram-se aguentando da maneira que puderam e mereceram o empate. Houve oportunidades, a partir da meia hora da segunda parte, para dar a volta ao jogo.

Foi uma primeira parte equilibrada, criámos três ou quatro situações, a circulação de bola não foi tão rápida quanto pretendíamos. Tivemos uma reentrada no jogo com a tal carambola, mas, mesmo assim, pelo que foram as oportunidades, merecíamos ter vencido o jogo, apesar de, com justiça pelo que o Covilhã fez, o ponto é justo."

A altitude, o frio, o campo

"Ia também olhar para o que é esta competição. Temos um plantel vasto, 26 jogadores e 3 guarda-redes, e, a jogar de três em três dias, também é dar oportunidade a outros jogadores. Queremos toda a gente pronta para jogar e olhámos para o registo anterior para tomar a decisão de fazer jogar outros."

Zivkovic, estreante esta época

"Procurar o onze interior dele, o pé esquerdo, porque, neste campo, devido à largura, tínhamos que procurar isso, mantendo os nossos laterais subidos para os prender e, depois, procurar os pés contrários do Jota e do Zivko.

É o que digo aos jogadores, independentemente do tempo que jogarem, a titulares ou não, jogando 10 ou 15 minutos, para que mostrem valores. Há muitos adeptos a pedirem o A, o B, ou o C, e é neste tipo de jogos que vemos o registo.

A opinião fica para mim e vou fazer a análise do jogo da equipa em função de cada um deles. É fundamental toda a gente ver o que toda a gente vai produzindo em campo."