Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

PJ efetua buscas na sede do Boavista por suspeitas de fraude fiscal e branqueamento de capitais

Ao Expresso, a assessoria da Boavista SAD garante que o clube está a colaborar com as autoridades para que tudo fique esclarecido o mais rapidamente possível

Hugo Franco, Isabel Paulo e Liliana Coelho

Matthew Ashton - EMPICS

Partilhar

Elementos da Polícia Judiciária (PJ) e da Autoridade Tributária (AT) apreenderam esta quarta-feira vários documentos que indiciam a prática de crimes na sequência de buscas realizadas às instalações da SAD do Boavista, a uma empresa de organização de eventos e a várias casas, entre outros locais no Porto, Vila Nova de Gaia, Guimarães e Aveiro.

“Foram levadas a cabo dez buscas domiciliárias e três buscas não domiciliárias (que incluíram dois escritórios de advogados, duas sociedades anónimas desportivas e dois cofres bancários), realizadas nos Concelhos de Porto, Vila Nova de Gaia, Guimarães e Aveiro”, refere a PJ em comunicado.

Em causa está um inquérito crime relacionado com fraude fiscal e branqueamento, disse à Lusa fonte da Procuradoria Geral da República. Há suspeitas relativas à não entrega da prestação tributária e da sua ocultação através do desenvolvimento de atividade empresarial relacionada com a realização e gestão de eventos desportivos, que terá resultado numa “vantagem patrimonial de milhões de euros”, de acordo com a PJ.

Ao Expresso, a assessoria da Boavista SAD avança que o clube está a colaborar com as autoridades para que tudo fique esclarecido o mais rapidamente possível. “Só mais tarde poderemos abordar o tema com maior clareza”, refere a assessora da SAD, que adianta que ninguém dos quadros do Boavista foi alvo de buscas domiciliárias

Cerca de 80 elementos participaram na operação, incluindo Magistrados Judiciais e do Ministério Público. O inquérito é dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Porto, estando envolvidos meios da Polícia Judiciária e da Autoridade Tributária.

Lito Vidigal não chegou ao Natal. Jorge Couto e Alfredo são os treinadores interinos do Boavista

O treinador do Boavista, contratado em janeiro para o lugar de Jorge Simão, não resistiu à derrota na Madeira, frente ao Marítimo. Vidigal deixa o clube do Bessa em 9º lugar, com 18 pontos, tantos como o Sporting de Braga e o Tondela