Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Bruno Lage: "Estou satisfeito por ver o Seferovic entrar e a marcar dois golos, para as pessoas se perceberem que é um grande jogador"

O treinador do Benfica realçou a exibição do avançado suíço, após a vitória (3-2) contra o Rio Ave, para a Taça de Portugal

Tribuna Expresso

MÁRIO CRUZ/Lusa

Partilhar

A análise ao jogo

"A coisa mais importante erra vencer, fazer um bom jogo, acho que foi um grande jogo de futebol, sabíamos das dificuldades que íamos encontrar pela competência da equipa técnica e do Rio Ave. Entrámos no jogo a perder, uma primeira bola, um livre e um golo. A equipa soube reagir e criar muitas oportunidades de golo.

Mesmo na primeira parte, saindo a perder por 1-2, por aquilo que foi o nosso jogo ofensivo, merecíamos o 2-2, o Rio Ave ainda criou algumas situações, mas penso que a segunda parte é praticamente nossa, fomos alterando à medida que o jogo pedia alterações. Estou satisfeito pela resposta e por ver o Seferovic entrar e a marcar dois golos, para as pessoas se perceberem que é um grande jogador, como o Vinícius.

Temos que dar carinho aos nossos avançados, porque são eles que, com um simples toque, concretizam tudo o que é o trabalho da equipa."

A forma como surgiram o segundo e o terceiro golos

"É algo que temos trabalhado, não é novidade que temos jogado com dois pontas de lança. Não gostei muito do posicionamento dos dois contra o Aves. Passámos muito tempo a analisar. Hoje já tivemos os posicionamentos corretos. Estou feliz e, fundamentalmente, eles perceberam que é na análise que está o crescimento do nosso caminho. Reforçar aquilo que fazemos bem e trabalhar em cima do que fizemos menos bem.

Ofensivamente estamos bem, defensivamente temos de trabalhar num ou outro apontamento."

Agora, 71 horas até ao clássico contra o Sporting

"Vem a recuperação e o estarmos preparados para isso. Falei nisso e não foi uma crítica, foi numa resposta [disse que o tempo entre jogos era "matemática mal feita"]. Foi uma reflexão. Não arranjamos desculpa para esse tipo de situações. Não é um lamento, nem uma crítica, é apenas uma reflexão do que pretendemos. Quer nós, quer FC Porto, estamos na mesma situação.

Gabriel vai estar disponível?

"Todos estão disponíveis. É escolher o melhor onze e definir uma estratégia para conseguirmos o nosso objetivo."