Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

José Gomes: "Visto de fora senti que os meus jogadores estavam confortáveis com o 0-0 e isso não pode ser. Este não pode ser o meu Marítimo"

Técnico dos madeirenses pouco satisfeito com a sua equipa em termos ofensivos, na derrota em Alvalade por 1-0

Tribuna Expresso

Gualter Fatia/Getty

Partilhar

Vitória justa do Sporting

“Pela forma como o Sporting se entregou ao jogo e à sua dinâmica ofensiva, acabou por ser premiado com os três pontos, porque procurou mais que nós. Apesar de estar extremamente satisfeito por trabalhar diariamente com estes jogadores, não consigo aceitar que, independentemente da grandeza do adversário, não tenhamos mostrado mais ofensivamente. Eventualmente estarei enganado, e se assim for poderei pedir desculpas aos meus jogadores, mas visto de fora senti que estavam confortáveis com o 0-0 e isso não pode ser. Este não pode ser o meu Marítimo. Vamos continuar a trabalhar, mas abraçar os jogos com intensidade. Fica a palavra da entrega que os meus jogadores tiveram, a tentar parar os jogadores do Sporting que, independentemente das ausências, tem jogadores de grande nível”

As mentalidades

“O Marítimo pode fazer mais, tem de haver um ‘click’ que é preciso mudar e que está relacionado com mentalidades. É verdade que o Sporting é um clube grande, mas quando temos a bola podemos jogar. Na saída de jogo estivemos bem, mas ofensivamente estivemos muito abaixo daquilo que podemos fazer”