Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Bruno Lage: "Ao não termos bola, deixámos o jogo ficar dividido"

As declarações de Bruno Lage depois da vitória do Benfica sobre o Belenenses SAD (3-2), na 1)ª jornada da Liga NOS, à BTV

Tribuna Expresso

PATRICIA DE MELO MOREIRA/Getty

Partilhar

A vitória

"Um jogo muito difícil. Acima de tudo, uma vitória justa por aquilo que fizemos. Tivemos uma boa entrada no jogo. Uma 1.ª parte completamente do nosso lado. Ficou a sensação, e isso acontece muitas vezes em casa, que a equipa quis muito cedo e muito rápido marcar o terceiro golo, quer quando estava 2-0, quer com o 2-1. Havia espaço mas podíamos ter tido mais bola para controlar o jogo, com mais paciência e aí o jogo não ficava tão dividido, como aconteceu a partir dos 55, 60 minutos".

Dificuldades na 2ª parte

"Ao não termos bola, deixámos o jogo ficar dividido e com equipas boas, como é o Belenenses SAD, é sempre mais difícil. Em termos ofensivos criámos muitas oportunidades e não pecámos em termos defensivos. Foi o querer ser muito rápido, com velocidade e passes verticais. Colocámos o jogo na divisão da posse e do resultado, mas conseguimos segurar o resultado para o nosso lado".

Entrada de Chiquinho

"Como viram, o espaço que ele ocupa, atrás dos dois médios, tinha como intenção procurar espaço entre os três centrais - e correu bem. Queríamos ter gente com posicionamento mais correto, três homens atrás dos médios do adversário. O Chiquinho fez isso muito bem e exemplo disso é a forma como chegámos ao terceiro golo".

Golos de Taarabt e Chiquinho

"Ficamos felizes pelos sucessos individuais mas isso vê-se é no coletivo. O Adel e o Chiquinho procuravam golo e estamos felizes por isso. Sempre que entram, entram de forma positiva, para ajudar a equipa. O sucesso coletivo é o mais importante".