Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Covid-19. Quantos estádios da I Liga têm assistências médias acima das cinco mil pessoas?

A ministra da Saúde Marta Temido aconselhou que todos os espetáculos ao ar livre com cinco mil pessoas a assistir fossem suspensos ou adiados. A Tribuna Expresso fez as contas aos clubes da I Liga e concluiu que, em abstrato, se a medida fosse para levar ao número, metade do campeonato prosseguiria, pois as assistências médias dos jogos são relativamente baixas

Tribuna Expresso

O Desportivo das Aves regista a média mais baixa da I Liga: 1.969 de espetadores por jogo

OCTÁVIO PASSOS/LUSA

Partilhar

A ministra da Saúde Marta Temido pôs a tónica nos números: “Optámos pelas seguintes medidas: que eventos de mais de cinco mil pessoas em espaços abertos sejam suspensos ou adiados”. Ora, sendo um jogo de futebol um evento onde milhares de pessoas acorrerem para assistir, a Tribuna Expresso verificou as assistências médias dos estádios da I Liga e, em abstrato, se a medida anunciada por Marta Temido fosse para levar ao número, apenas oito dos emblemas da I Liga teriam de adiar ou suspender ou jogar à porta fechada os encontros.

As contas são estas: 10 clubes recebem, em média, menos de cinco mil pessoas por jornada, sendo o Desportivo das Aves (1.969 mil pessoas), da Vila das Aves, o Moreirense (2.229), de Moreira de Cónegos, e o Tondela (2.403) os que menos gente acolheram durante o campeonato. Na ponta oposta estão Benfica (52.479 mil), FC Porto (35.625 mil), Sporting (30.234 mil) e Vitória de Guimarães (16.910) - a propósito, é em Guimarães que se disputa, este domingo, o Vitória - Sporting que, claro, registará uma audiência generosa.

Estes são os clubes com assistência média mais baixa na Liga:
Vitória de Setúbal: 4.630
Famalicão: 4.149
Belenenses SAD: 3.603
P. Ferreira: 3.156
Portimonense: 3.155
Santa Clara: 3.150
Rio Ave: 2.604
Tondela: 2.403
Moreirense: 2.229
Desportivo das Aves: 1.969