Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Bruno Alves e aquela cabeçada em Nuno Gomes: “Aprendi com o meu pai, 'eu posso perder no jogo, mas não posso perder na porrada'. Não perdi”

O antigo central do FC Porto relembrou na FC Porto TV o 0-2, no Dragão, de 2005-06, em que acabou expulso por uma entrada violenta sobre Nuno Gomes, seguida de uma cabeçada no ex-avançado do Benfica, que havia marcado os dois golos

Partilhar

O vermelho

"Co Adriaanse pôs-me a jogar num jogo frente ao Benfica. Estávamos a perder 0-2, em casa, no Dragão, mas como eu aprendi com o meu pai, 'eu posso perder no jogo, mas não posso perder na porrada'. Então na porrada eu não perdi [aos 81 minutos, Bruno Alves entrou duro sobre Nuno Gomes, que marcara os dois golos encarnados, e, depois, deu uma cabeçada ao então avançado do Benfica]",

Fora da equipa

"Fui expulso e depois foi difícil voltar à equipa, passei algum tempo de fora, sem jogar, mas o Adriaanse foi sempre muito honesto comigo e disse-me que se não tivesse sido expulso, provavelmente iria continuar a jogar, que estava a jogar bem. Mas depois daquele momento também houve uma alteração do sistema tático, a equipa começou a ganhar e foi muito difícil voltar a jogar. Entendi a situação, aprendi com os erros e isso fez de mim um jogador e uma pessoa mais forte para lidar com o futebol e com a vida"