Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Covid-19. Clubes da I Liga fecham portas a jogadores que rescindam unilateralmente

Os 18 clubes da I Liga comprometeram-se a não contratar qualquer jogador que tenha rescindido ou rescinda unilateralmente o contrato de trabalho devido à pandemia da covid-19

LUSA

Partilhar

Os clubes da I Liga portuguesa de futebol comprometeram-se esta terça-feira a não contratar qualquer jogador que tenha rescindido ou rescinda unilateralmente o contrato de trabalho devido à pandemia da covid-19.

Em comunicado, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) dá conta da medida, tomada numa reunião por videoconferência entre o presidente daquele organismo, Pedro Proença, e os presidentes dos 18 emblemas primodivisionários, na qual também foi feita "uma análise à situação atual".

"Nenhum clube irá contratar um jogador que rescinda unilateralmente o seu contrato de trabalho evocando questões provocadas em consequência da pandemia de covid-19 ou de quaisquer decisões excecionais decorrentes da mesma, nomeadamente da extensão da época desportiva", acrescentam.