Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Carlos Carvalhal: "Agora é abrir o champanhe e ver os programas desportivos para a malta se entreter"

Treinador do Rio Ave muito agastado com a arbitragem do encontro com o Benfica, em que a equipa de Vila do Conde terminou com apenas nove jogadores

Tribuna Expresso

JOSE COELHO/POOL

Partilhar

O jogo

“Fizemos um bom jogo. Tínhamos prometido que íamos jogar cara a cara com o Benfica e fizemo-lo. Conseguimos marcar, temos oportunidades para fazer o segundo, podíamos ter aumentado. A dada altura começámos a ter superioridade. Mas não me apetece dizer mais nada. Tudo o que disser vai ser usado contra mim”

Críticas

“Os meus jogadores sabem como iniciei a palestra, preparando a equipa. Sinceramente no futebol português já nada me surpreende. Temos um objetivo claro de chegar à final four da Taça da Liga e fomos atirados para fora da competição. Temos o objetivo alcançar a melhor pontuação de sempre e vamos tentar, se nos deixarem. Se não deixarem, olhe… Não quero entrar por aí. Agora é abrir o champanhe, ver os programas desportivos para a malta se entreter. O povo gosta, o combustível do futebol português é isto. Não vale a pena um profissional estar a perder tempo com estas análises”