Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Final a oito da Champions e final da Taça não vão ter público

A decisão foi tomada em Conselho de Ministros extraordinário, em que se aprovou uma resolução na qual a realização à porta fechada dos dois eventos desportivos é uma das novas determinações introduzidas

Lusa

O Estádio da Luz acolhe, juntamente com o Estádio de Alvalade, a inédita final a oito da Liga dos Campeões

Pedro Nunes

Partilhar

O Governo aprovou esta terça-feira à noite, em Conselho de Ministros, a realização da final da Taça de Portugal e da 'final a oito' da Liga dos Campeões de futebol sem público, no âmbito do processo de desconfinamento iniciado em abril.

Em comunicado, o Governo dá conta da decisão tomada em Conselho de Ministros extraordinário, aprovando uma resolução na qual a realização à porta fechada dos dois eventos desportivos é uma das novas determinações introduzidas.

A UEFA já tinha garantido que a 'final a oito' da 'Champions' seria disputada à porta fechada, no início do mês.

"O Comité Executivo considerou prudente que todos os jogos UEFA decorram à porta fechada até nova comunicação. A decisão foi tomada em concordância com associações nacionais e as autoridades das 'finais a oito', de Portugal, Alemanha [Liga Europa] e Espanha [Liga dos Campeões feminina]. A restrição aplica-se, também, aos restantes jogos da Youth League", adiantaram, na altura.

Uma inédita 'final a oito' está marcada para Lisboa, a partir de 12 de agosto, com as equipas a disputarem quartos de final, meias-finais e final na capital portuguesa, entre o Estádio José Alvalade e o Estádio da Luz, que recebe a final em 23 de agosto.

Por seu lado, Coimbra recebe a final da Taça de Portugal, marcada para 1 de agosto, encerrando a época futebolística em Portugal com um duelo entre o FC Porto e o Benfica.