Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Rio Ave bate recorde de pontos na liga, Vitória já não chegará à Europa

Carlos Carvalhal alcançou os 52 pontos no campeonato com a equipa vila-condense, fixando um novo máximo na história do clube ao empatar, no sábado, com o Santa Clara. Esse e outro empate - do Famalicão com o Boavista - fazem com que sejam matematicamente impossível que o V. Guimarães se qualifique para as competições da UEFA da próxima época

Lusa

FERNANDO VELUDO/LUSA

Partilhar

O Vitória de Guimarães entra este domingo em campo já sem esperanças de chegar ao quinto lugar da I Liga de futebol, depois dos empates de Rio Ave e Famalicão na véspera - resultados que, aliás, deram à equipa vila-condense a melhor pontuação de sempre no campeonato.

Mesmo batendo o Marítimo, na receção aos insulares, e depois voltando a ganhar na última jornada, os vimaranenses, que são sétimos, com 46 pontos, já não chegarão à pontuação do Famalicão, que aborda na frente a corrida final para a ida à Liga Europa.

A vaga europeia, para a segunda pré-eliminatória de qualificação daquela competição da UEFA, continua ‘presa’, mas agora numa luta a dois, com os famalicenses, que somam 53 pontos, a terem mais um ponto do que o Rio Ave e vantagem no confronto direto.

Nesta penúltima jornada, já com o título entregue, ao FC Porto, haverá hoje também a disputa do Belenenses SAD - Gil Vicente, com os gilistas já garantidos da permanência, mas os lisboetas a precisar de pontos para não terem de esperar pelas contas da última semana.

Com 32 pontos somados, os ‘azuis’ estão ligeiramente destacados na luta pela permanência, tendo uma vantagem de dois pontos sobre o trio composto por Tondela, Portimonense, e Vitória de Setúbal, a primeira equipa abaixo da ‘linha de água’.

O histórico Rio Ave de Carlos Carvalhal

O Rio Ave empatou (2-2), no sábado, em casa, com o Santa Clara, no jogo inaugural da 33.ª e penúltima jornada, e bateu o recorde pontual no seu histórico de participações na I Liga de futebol.

O iraniano Mehdi Taremi, aos 23 minutos e aos 81, de grande penalidade, ‘bisou’ para a equipa da casa, enquanto Zé Manuel, aos 45, e Fábio Cardoso, aos 69, marcaram os golos dos visitantes, que se mantêm no 10.º lugar do campeonato, com 42 pontos.

Com o empate, o Rio Ave, que sobe provisoriamente ao quinto lugar, por troca com o Famalicão, que hoje defronta o Boavista, passa a somar 52 pontos, superando por um ponto o anterior recorde de pontuação do clube de Vila do Conde na I Liga, estabelecido em 2017/18.