Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Lito Vidigal: "Rúben Amorim e ele disse-me 'coragem”'. Eu disse-lhe que não é coragem, é respeito e gostar do Vitória"

Após o nulo arrancado em Alvalade, o treinador do V. Setúbal falou da curta conversa que teve com o técnico do Sporting antes da partida

Tribuna Expresso

Gualter Fatia/Getty

Partilhar

Conversa com Rúben Amorim

“Antes de começar o jogo falei um pouco com o Rúben Amorim e ele disse-me “coragem”. Eu disse-lhe que não é coragem, é respeito e gostar do Vitória. Sei que o risco é grande porque gosto do Vitória e da cidade de Setúbal. Estou aqui para dar tudo de mim, sempre contando com a atitude dos jogadores. Estamos numa fase dura da época, nada está conseguido mas este ponto deixa-nos respirar um pouco melhor. Agora temos mais um jogo importante para ganhar em casa. Vamos fazer tudo para ganhar e ficar na 1.ª Liga”

Elogio aos jogadores

“Estes jogadores têm dado tudo o que podem. Esta noite fomos bravos, uma equipa no verdadeiro sentido da palavra. Defendemos as cores do Vitória com tudo. Vínhamos evoluindo em termos de organização e mentalmente estamos mais focados. Sabíamos de antemão quando aceitámos o desafio que este é um clube enorme, com uma massa adepta sempre presente, que não pode estar cá mas está mentalmente com os jogadores. E precisamos da sua energia para haver superação constante”