Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Jorge Sousa pendura o apito e diz que tudo mudou: “Há 20 anos, tinham chegado os telemóveis, ninguém sabia o que eram as redes sociais”

O árbitro internacional Jorge Sousa terminou no sábado a carreira como árbitro, na vitória do Sporting de Braga sobre o FC Porto (2-1) na 34.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, "no momento certo para terminar

Lusa

Jorge Sousa é um dos árbitros portugueses com mais experiência

PATRIK STOLLARZ/GETTY

Partilhar

O árbitro internacional Jorge Sousa terminou no sábado a carreira como árbitro, na vitória do Sporting de Braga sobre o FC Porto (2-1) na 34.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, "no momento certo para terminar".

"Depois de 27 anos, 19 deles nas competições profissionais, digo que é o momento certo para terminar. Esta época foi boa, em muitos jogos exigentes, com grau de dificuldade elevado, e acabo a temporada com a consciência de que fiz uma boa época", explicou à Sport TV o árbitro natural de Paredes, de 45 anos.

Admitindo que ainda não 'caiu a ficha' do fim de carreira, Jorge Sousa disse que a decisão "foi muito pensada", até porque apesar de manter "80 a 90% da plenitude" das forças, há outras valias que sente que já não consegue "oferecer ao jogo", algo para que "é preciso coragem de assumir".

"Atingi uma carreira que jamais pensei que podia alcançar, mas com dever cumprido, acho que acrescentei valor ao jogo e prestigiei a arbitragem. [...] Estou feliz com a decisão", acrescentou.

Sem ter pensado ainda no que sucede após a carreira como árbitro, Jorge Sousa explicou ainda que "evidentemente" pensa em continuar ligado ao futebol, mas "logo se vê".

O árbitro destacou ainda a forma como o futebol é hoje "completamente diferente" do que quando chegou à primeira categoria.

"Há 20 anos, tinham chegado os telemóveis, ninguém sabia o que eram as redes sociais. Hoje, o jogo está muito mais escrutinado, o nosso trabalho também", afirmou.

Esta época, a última, orientou um total de 32 jogos, 16 deles na I Liga portuguesa, incluindo um Benfica-FC Porto e um Sporting-FC Porto, mas também na II Liga, na Taça da Liga, na Taça de Portugal e ainda na fase de qualificação da Liga Europa, além da Liga grega e da Liga da Arábia Saudita.