Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

TVI também vai acabar com programas de debate entre comentadores dos três grandes

O "Obsevador" noticia que a estação vai anunciar, no fim da época, o fim dos programas "Livre e Direto" e "Prolongamento", cujo formato assentava no debate entre comentadores ligados a cada um dos três grandes. Também esta segunda-feira a SIC revelou que vai acabar, na próxima semana, com o "Dia Seguinte" e o "Play Off"

Tribuna Expresso com Lusa

NurPhoto

Partilhar

No mesmo dia em que a SIC anunciou o fim do "Dia Seguinte" e do "Play Off", devido "ao ambiente de toxicidade que se foi criando à volta deste tipo de programas", explicou Ricardo Costa, diretor de Informação da Impresa, à "Lusa", também se sabe que a TVI deverá fazer o mesmo em relação aos programas desportivos que transmite, atualmente, com base no formato de debate entre comentadores conotados com Benfica, FC Porto e Sporting.

A notícia é avançada pelo "Observador", esta segunda-feira, que cita fonte da estação para escrever que a TVI vai anunciar, quando terminar a época, o fim do "Livre e Direto" e "Prolongamento" - emitidos, por norma, ao domingo e à segunda-feira. O primeiro tem como comentadores José de Pina (Sporting), Miguel Guedes (FC Porto) e Telmo Correia (Benfica). O segundo conta com Luís Filipe Menezes (Sporting), Pedro Guerra (Benfica) e Manuel Serrão (FC Porto).

Horas antes, também esta segunda-feira, a SIC confirmou o fim dos programas "Play Off" - onde Rodolfo Reis, Manuel Fernandes e Ricardo Rocha comentam como representantes do FC Porto, Sporting e Benfica, em respetivo, num painel que ainda conta com Rui Santos - e "Dia Seguinte" - no qual os comentadores são Vasco Mendonça (Benfica), Rodrigo Roquette (Sporting) e Paulo Baldaia (FC Porto).

“A pandemia podia ter ajudado a que os agentes do futebol percebessem bem a situação em que o futebol, como toda a sociedade se encontra, mas infelizmente não foi isso que aconteceu. Ou seja, o regresso do futebol voltou ainda pior do que estava antes em termos de guerra entre os clubes”, salientou Ricardo Costa.

“Esse ambiente de toxicidade que se foi criando à volta deste tipo de programas, e para o qual contribui muito os próprios clubes e as suas máquinas de comunicação, coloca-nos perante uma situação de que chegou a altura de terminar este tipo de programas na SIC Notícias”, explicou o diretor de informação da Impresa, à "Lusa".

O “Dia Seguinte”, que é um programa de 2003, e o “Play Off”, de 2014, são “dois programas importantíssimos na história da SIC Notícias e nos seus resultados, mas achamos que temos de dar o salto em frente e continuar a acompanhar o desporto e o futebol de outra forma, mais com jornalistas e comentadores”, acrescentou.

Ricardo Costa sublinhou que o fim do “Dia Seguinte” e do “Play Off” “não tem nada a ver com os comentadores em si”, mas com o “ambiente que se criou à volta deste tipo de programas”.