Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Rui viu o Santa Clara - Gil Vicente a 48 lugares de distância do filho

Cerca de 800 adeptos assistiram este sábado ao primeiro jogo de futebol da Primeira Liga onde foi autorizada a presença de público. Aconteceu nos Açores. Máscara, medição da temperatura e muita distância marcam o arranque do desconfinamento no futebol profissional

Sara Sousa Oliveira

Partilhar

Ir à bola já não é bem um passeio no parque onde cada um escolhe onde ficar. Mas antes de percebermos porquê, comecemos pelo princípio: a compra de bilhetes.

No primeiro jogo da Liga, com a presença de público, ninguém teve lugar cativo e não há quem entre com o passe comprado para a época. Quem o fez teve direito a um bilhete grátis mas não sem antes deixar na bilheteira o nome, número do cartão de cidadão, número de utente e contacto telefónico.

Tudo para que, caso haja uma infecção por covid-19 entre quem assiste ao jogo, as autoridades de saúde possam seguir o rasto dos infetados. E a obrigação de fornecer os dados pessoais aplicou-se a todos os adeptos deste primeiro jogo-teste entre o Santa Clara e o Gil-Vicente. O primeiro jogo de futebol profissional durante a pandemia a poder ter espetadores nas bancadas.

Rui Fontes estava ansioso por poder voltar a ver um jogo com o filho. “Vai ser diferente, estamos muito felizes por estar cá no primeiro jogo, ele está muito entusiasmado à conta disso”, garante o médico terceirense, a viver em São Miguel há 15 anos, e adepto do Santa Clara. Santiago, de 9 anos, confirma: “estava com saudades de ver um jogo “.

Temperatura registada à entrada

Antes de entrar no estádio, cada adepto mostra o bilhete uma primeira vez, depois é-lhe medida a temperatura e só depois o ingresso é validado eletronicamente e a entrada desbloqueada através de um torniquete. Tudo isto aconteceu de forma ordeira e já com todos os adeptos a usar máscara que terão de manter durante os 90 minutos de jogo.

Apesar de caminharem juntos rumo ao interior do estádio de São Miguel, Rui e o filho Santiago não vão poder estar lado a lado nas bancadas. “O que a Direção Regional de Saúde preconiza é um afastamento de dois metros entre cada espetador, com uma ocupação em ziguezague, o de cima não pode estar alinhado com o de baixo”, explica o diretor Regional do Desporto, António da Silva Gomes, à Tribuna Expresso.

Cinco cadeiras de distância entre adeptos

A palavra “distância” passou a integrar o léxico diário dos portugueses e agora também dos adeptos. Cada um está separado por cinco cadeiras. As cadeiras onde é proibido ficar têm um autocolante com a inscrição “não sentar”.

“Eu sou profissional de saúde e sou particularmente sensível a esta problemática, compreendo que assim deve ser”, sublinha o adepto. Ele fica no número um e o filho no número 49. Os lugares são atribuídos de forma aleatória a todos os espectadores. Como vão comemorar os golos? “Como é que vai ser filho?”, responde Rui olhando para Santiago e avançando a resposta: “vamos olhar um para o outro, serrar os punhos e vamos simular um abraço à distância”, conta a rir.

Famílias podem ver juntas os jogos de futebol nos Açores. Jogos do Santa Clara são a única excepção

Nos Açores, a presença de público em qualquer evento desportivo é permitida desde 25 de agosto. As regras de funcionamento dos eventos são definidas pela Autoridade de Saúde Regional (ASR). Em qualquer evento desportivo na região, incluindo nos jogos de futebol, as famílias podem sentar-se lado-a-lado. Mas os jogos do Santa Clara são a excepção. O responsável pela pasta do desporto açoriano diz que “a responsabilidade de decidir se o núcleo familiar vai estar junto ou não é da entidade promotora da competição, ou seja da Liga”.

Dos mil bilhetes disponíveis, o correspondente a 10 por cento da lotação do Estádio de São Miguel, foram vendidos cerca de 800. No início da conversa com a Tribuna, Santiago avançou o seu prognóstico de jogo, 2-0 para o Santa Clara. Acabou por falhar, o jogo terminou sem golos mas, mais de meio ano depois, ele e o pai conseguiram partilhar um jogo de futebol ainda que com 48 cadeiras pelo meio.