Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Mário Silva: "Gostamos de sair curto, limpo, mas hoje não dava. O Benfica dificultou-nos bastante a tarefa"

O treinador do Rio Ave admitiu, no final da derrota (0-3), que a equipa não conseguiu arranjar soluções para superar a pressão alta, encostada à área, que o Benfica montou desde o início da partida

Tribuna Expresso

MANUEL FERNANDO ARAUJO/LUSA

Partilhar

A análise ao jogo

"Foi uma noite negativa para nós. Demérito nosso, acima de tudo, e claro que com mérito do Benfica, que pressionou-nos, dificultou-nos bastante a nossa tarefa no que gostamos, que é controlar o jogo com bola. Sob pressão, sentimo-nos pouco confiantes e a primeira parte foi a mais fraca da época, sem dúvida.

Tentámo-nos encontrar na segunda parte, mas não conseguimos. Não criámos situações de perigo, não pressionámos o adversário nem saímos a jogar com qualidade."

Havia um plano B?

"Gostamos de sair curto, limpo, mas hoje não dava. Custou-nos encontrar o caminho do jogo mais longo e encontrar a profundidade que estava a ser pedida, porque, fruto da pressão ser alta, havia espaço nas costas da defensiva. Acho que, a espaços, conseguimos jogar na segunda parte, mas nada do que seja suficiente para fazermos um jogo consistente.

Foi uma noite triste, foi claramente um jogo pouco conseguido e acho que os nossos adeptos devem estar triste como nós. A minha confiança nos jogadores continua inabalável e acredito que, no próximo jogo, vamos, sem dúvida, estar num nível superior."