Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

"Permita-me dizer isto: parece que estou a jogar num campeonato diferente de domingo para domingo", disse o treinador do Santa Clara

Daniel Ramos disse à Sport TV que o Sporting foi superior na primeira-parte, que o Santa Clara tentou reequilibrar na segunda-parte e que o golo nascido do erro do guarda-redes o deixou frustrado. E finalizou com um desabafo sobre critérios de arbitragem

Tribuna Expresso

Gualter Fatia

Partilhar

A primeira-parte

"Não estou agradado com a primeira-parte, principalmente com os espaços dados ao Sporting. Naturalmente, o Sporting criou-nos dificuldades. Queríamos jogar olhos nos olhos, ser pressionantes, mas ficámos muitas vezes expostos no 1x1, homem para homem. E o Sporting foi melhor na primeira-parte"

A segunda-parte

"Na segunda-parte, posicionámo-nos melhor. O jogo não foi tão bonito, mas estivemos melhor organizados, para sair para ataques organizados ou ataques rápidos. Foi uma pena sofrer um golo daquela forma ingrata. Podíamos ter somado um ponto, porque o SCP teve bola, mas não criou muitas oportunidades. O minuto 80 não foi bom para nós."

O árbitro

"Há jogos e jogos. Culpado sou eu, quando as coisas não correm bem. O erro faz parte do jogo. Mas parece que estou a jogar num campeonato diferente de domingo para domingo. Hoje houve um critério muito largo, pouquíssimas faltas; depois, há jogos com faltas, faltas, faltas, faltas. Neste, o critério foi largo demais e tive um jogador que sofreu uma entrada dura [Coates levou cartão amarelo nesse lance].”