Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Hugo Vieira: "Faltam-me as palavras. É surreal. Vítor Oliveira é um senhor, um líder nato. É gente boa para caraças"

O Vítor Oliveira comentou comigo que precisava de operar a anca porque gostava de dar umas caminhadas e para ter qualidade de vida, que queria descansar, por isso não estava a treinar, queria descansar. E por curiosidade do destino foi numa caminhada que se sentiu mal.

Hugo Vieira (Depoimento recolhido por Alexandra Simões de Abreu)

Hiroki Watanabe

Partilhar

“Falta-me as palavras. É muito complicado. Como já disse milhões de vezes, e comentei várias vezes com ele, a vida é muito curta, a vida é uma merda (suspiro). É um senhor do futebol, o que é que se pode dizer? Um líder nato. Aprendi muito com ele, apesar de ter sido pouco tempo, aprendi muito.

Falávamos imensas vezes de tudo e mais alguma coisa. Ele até comentou que precisava de operar a anca porque gostava de dar umas caminhadas e para ter qualidade de vida, que queria descansar, por isso não estava a treinar, queria descansar. E por curiosidade do destino foi numa caminhada que se sentiu mal. É surreal. Volto a repetir-me e a dizer o que sempre digo, temos de viver o hoje porque amanhã não sabemos o que é que vai acontecer.

Faltam-me as palavras. Ele teve um netinho o ano passado... Não aproveitou como devia por causa do covid-19, porque tinha sempre receio de estar perto dele. É complicado para a esposa, para a filha, para o neto. Complicadíssimo.

As palavras que tenho para ele é que é gente boa para caraças, sempre sorridente, contagiante, perto dele estamos sempre a rir essa é que é a verdade. Por isso teve tanto sucesso. Levava a vida a sorrir , claro que na ahora de trabalhar um excelente profissional, temos de trabalhar, mas sempre na palhaçada como ele dizia.