Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Lito Vidigal já não é treinador do Marítimo: "Não há, nem nunca houve, qualquer distanciamento"

O clube madeirense confirmou, ao fim da noite de terça-feira, a desvinculação com o técnico

Lusa

Quality Sport Images

Partilhar

Lito Vidigal já não é treinador do Marítimo, comunicou na noite de terça-feira o clube madeirense da I liga de futebol no seu sítio oficial, numa nota assinada pelo presidente do emblema ‘verde rubro’.

“Não há, nem nunca houve, qualquer distanciamento. Houve, sim, muito fair-play desde o primeiro ao último minuto, e assim continuará a ser no futuro, fruto da forma séria e dedicada como Lito Vidigal se entregou ao projeto desportivo do Marítimo”, começou por explicar Carlos Pereira, líder do conjunto insular.

Lito Vidigal, que chegou ao Marítimo no início da presente temporada e tinha contrato válido até 2022, abandona o leme do conjunto insular após a oitava jornada do campeonato, contabilizando duas vitórias, um empate e cinco derrotas.

No comunicado, o presidente do Marítimo sublinhou o “respeito e cordialidade” do treinador, explicando que o “entendimento” entre as duas partes chegou passados 15 minutos.

Milton Mendes, treinador da equipa de sub-23, foi a solução encontrada pelo conjunto madeirense para o lugar de Lito Vidigal, pelo menos até ao próximo encontro diante do Belenenses SAD para a 10.ª jornada do campeonato.

Já com Milton Mendes no comando, a equipa do Marítimo foi derrotada na visita ao Farense, por 2-1, em jogo da nona jornada do campeonato.