Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Sérgio Vieira: "Demonstrámos qualidade. A pouco a pouco vamos subir e terminar numa posição fantástica"

O treinador do Farense elogiou o rigor, a atitude e a qualidade demonstrados pelos seus jogadores, após a derrota (1-0) frente ao Sporting, em Alvalade, com um golo sofrido de penálti, já nos descontos

Tribuna Expresso

Gualter Fatia/Getty

Partilhar

Perder nos últimos minutos

"Boas impressões em alguns aspetos, em termos de rigor, da nossa estratégia e do que definimos para organização, além da entrega ao jogo e da qualidade quando a pudemos ter. Parabéns aos meus jogadores, que foram uns guerreiros, alguns a jogarem em posições que não as deles. Vir aqui à casa do primeiro classificado e fazer o jogo que fizemos... é só dar-lhe os parabéns.

Uma palavra para os nossos adeptos, que querem pontos e que subamos na tabela, mas de certeza absoluta que, pouco a pouco, vamos subir e terminar numa posição fantástica. Estas 10 jornadas iniciais colocaram-nos algumas limitações, não pudemos ter a totalidade das nossas forças e capacidade, mas, mesmo assim, demonstrámos qualidade, como hoje. Vamos voltar aquilo que somos."

O penálti

"Já tivemos oportunidade de ver as imagens e não entendemos como alguém que está sentado em frente às imagens, à televisão, não consegue ver que o Defendi toca na bola e, no seguimento, há o contacto com a cabeça do adversário [Feddal] que também tenta disputar a bola. É uma ação completamente natural, mas há quem não ache e foi assim que perdemos. Faz parte do jogo, existem três equipas e temos que respeitar essa parte, é algo que não podemos controlar."

Confusão entre os jogadores no final

"O nosso clube, os nossos adeptos e o nosso plantel são tal como o Sporting: onde vai um, vão todos. Foi isso que aconteceu. E quando vão todos de um lado e do outro dão-se essas confusões, que são apenas isso, confusões. Em relação a nós, é com isso que podem contar, com irmos todos, em qualquer campo e contra qualquer adversário, iremos sempre todos juntos com rigor, estratégia e determinação. Vamos rir muito mais vezes do que sofrer, como estamos a sofrer agora."