Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol nacional

Salvador: “Pelas celebrações, vê-se que o Sporting se sente pequeno ao pé do Sporting de Braga”

O presidente dos minhotos foi à sala de conferências em substituição de Carlos Carvalhal, expulso durante a final da Taça da Liga. Falou do Sporting e também de arbitragem: "O jogo foi decidido nos detalhes, numa decisão da terceira equipa"

Tribuna Expresso

HUGO DELGADO

Partilhar

Os festejos do Sporting

"É de toda a justiça dar os parabéns aos jogadores do Braga pelo caráter, ambição e por tudo aquilo que demonstraram. Quando começámos o jogo era uma equipa de cada lado, duas grandes equipas, e, como viram, tudo fizemos para vencer este jogo. Sabíamos que o jogo ia ser decidido no detalhe - e o detalhe foi uma decisão da terceira equipa. O golo do Sporting nasce de uma falta que não há. Demonstrámos ter um grande caráter e é com grande satisfação que vejo as celebrações o Sporting quando ganham ao Sporting de Braga. Vê-se que se sentem pequenos ao lado do nosso clube. Na vida, é preciso saber perder e saber ganhar".

As expulsões

"O que se passou na bancada? Há que saber ganhar. Está tudo ultrapassado. Vocês sabem que foi assim, que o jogo foi decidido pela terceira equipa. É de mau tom a equipa de arbitragem expulsar os dois treinadores numa final, sem sequer advertir antes. É inacreditável, nunca vi isto".