Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Carlos Carvalhal: "Encostámos o FC Porto atrás, circulámos e nunca caímos na tentação do chuveirinho. Coloquei a carne toda no assador"

As declarações de Carlos Carvalhal na flash interview da SportTV, após o empate entre Braga e FC Porto, na 18.ª jornada da Liga

Tribuna Expresso

HUGO DELGADO/LUSA

Partilhar

Foi um ponto ganho?

"Acreditámos sempre. Não concordo com essa expressão. Estivemos sempre dentro do jogo, mesmo com o 2-0, a equipa esteve sempre sólida. Ainda na semana passada disse que o adversário não teve oportunidades e depois no resumo acabei por verificar que sim. Tenho sensações no jogo que são falíveis, mas fiquei com a sensação que até ao intervalo o jogo estava muito dividido, oportunidades para as duas equipas. O FC Porto chegou à vantagem através de um penálti, mas nós também tivemos as nossas chances."

Influência da expulsão de Corona

"Antes da expulsão já estávamos com algum ascendente. Encostámos o FC Porto atrás, circulámos a bola e nunca caímos na tentação do chuveirinho. Fizemos o 2-1 já tarde, porque podíamos ter feito antes, mas depois continuámos em busca do empate. Estávamos positivos e conseguimos."

Mérito dos jogadores do Braga

"Isto foi um desafio muito grande, tivemos mérito e os meus jogadores estão de parabéns. Nesta sequência de jogos que estamos a atravessar, acabar esta partida assim, a galopar, é de saudar."

As substituições que funcionaram

"Tentei dar mais largura e colocar jogadores com qualidade para atacar o espaço entre linhas. Coloquei a carne toda no assador para chegar a um resultado positivo."

Reforços do mercado de inverno

"Com a lesão do Moura procurámos uma alternativa e veio o Borja. Saiu o Paulinho e veio o Sporar. O Piázon... O Gaitan também é um reforço porque praticamente não jogou até aqui."