Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Carlos Carvalhal: "Já não tenho palavras para os meus jogadores. Fizemos um jogo absolutamente fantástico"

As declarações de Carlos Carvalhal na flash interview da TVI24, depois da vitória do Braga sobre o FC Porto (3-2), na 2.ª mão das meias-finais da Taça de Portugal

Tribuna Expresso

Octavio Passos

Partilhar

A vitória

"Antes de tudo, dizer que já não tenho palavras para os meus jogadores, por toda a atitude, pela sequência de jogos e pela forma estóica como se têm batido. Sem defesa esquerdo, entrou o Bruno, que é um miúdo e um excelente jogador, e teve de entrar. Fizemos um jogo absolutamente fantástico, sob dois prismas. Primeiro, aos 30 minutos fizemos o 3-0, e mandámos uma bola à barra. Foi um jogo muito bom e de grande qualidade. Depois, um jogo diferente, após ficarmos com 10 jogadores: a equipa do FC Porto obrigou-nos a vestir o fato-macaco, cerrar linhas e ser estóicos".

2.ª parte difícil com 10 jogadores

"Nunca nos desmembrámos. O FC Porto forçou os corredores, mas os jogadores foram estóicos. Acabámos por defender bem, não vou dizer se a vitória é justa ou não. Fizemos o que tínhamos de fazer nos dois momentos. Marcámos e depois do 3-1 e com a expulsão soubemos defender. A equipa não joga só bem, fico satisfeito com isso mas tem mais argumentos".

A final da Taça e a época do Braga

"É irrelevante. Preparei um jogo, como preparamos todos, para vencer. Estamos focados no próximo jogo. Menos no destino e mais no caminho. Há assimetrias evidentes, não vamos pôr-nos em pé de igualdade com equipas de argumentos diferentes dos nossos. Fomos obrigados a socorrer-nos de cinco jovens nos últimos dois jogos. Tenho uma equipa e jogadores de grande caráter. Temos uma ideia de jogo que os jogadores entendem e desfrutam, é esse o nosso caminho. O dossiê Taça está fechado e vamos concentrar-nos no dérbi com o V. Guimarães".