Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Sérgio Conceição: "O jogo começa quando o árbitro apita. Não podíamos entrar assim, com erros primários"

As declarações de Sérgio Conceição na flash interview da TVI24, depois da vitória do Braga sobre o FC Porto (3-2), na 2.ª mão das meias-finais da Taça de Portugal

tribuna expresso

Octavio Passos

Partilhar

A má entrada no jogo

"Estar a sofrer três golos nesse período fica muito difícil, apesar de nunca baixarmos os braços, isso não faz parte do nosso ADN. O jogo começa quando o árbitro apita e depois quando ele apita para acabar. Não podíamos entrar assim, com erros primários. O Braga entrou bem e dois erros iniciais deram golo. Depois o terceiro, numa falta que me parece inexistente. O nosso início de jogo não tem a ver com a história deste clube e com esta equipa. Depois marcámos, houve a expulsão e não houve mais jogo. Sempre a tentarmos ter o controlo mas isso foi visível. Não houve tanto discernimento como eu esperava, com algumas ocasiões, e o Braga a defender de forma baixa, como lhe competia. Pela nossa entrada hoje, o Sp. Braga mereceu, embora não esteja convencido com os dois jogos".

Sérgio Oliveira e Taremi começaram no banco

"Assumo sempre a responsabilidade do onze. Temos de olhar em várias vertentes para o jogo, para a estratégia, e para essa estratégia é preciso jogadores a 100% fisicamente. Zaidu e Sérgio estavam mais limitados mas isso não é desculpa. Qualquer jogador que entre tem de dar uma resposta diferente daqueles 28 minutos."

As substituições

"Vou fazendo o que tenho a fazer, dependendo do momento e da estratégia. Tudo é pensado. Importante é baixar a cabeça - não é levantá-la - e ver o que fizemos, pois este jogo é para lembrar. Hoje pesa, amanhã pesa na preparação para o Gil, onde temos de dar uma resposta de acordo com a equipa, pois há o objetivo campeonato e a Liga dos Campeões, e essa é uma resposta que temos de dar."

Carlos Carvalhal: "Já não tenho palavras para os meus jogadores. Fizemos um jogo absolutamente fantástico"

As declarações de Carlos Carvalhal na <em>flash interview</em> da TVI24, depois da vitória do Braga sobre o FC Porto (3-2), na 2.ª mão das meias-finais da Taça de Portugal