Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Julio Velázquez está de volta a Portugal: é o novo treinador do Marítimo

O treinador espanhol substitui Milton Mendes como treinador do Marítimo: "O objetivo é a manutenção. Temos de nos focar e jogar um jogo de cada vez"

tribuna expresso

CS Marítimo

Partilhar

Menos de um ano depois de ter deixado Portugal, Julio Velázquez está de volta. O treinador espanhol, que deixou o comando do Vitória de Setúbal ainda na época de 2019/20 (e que orientou o BSAD entre 2015 e 2016), vai agora treinar o Marítimo, cujo líder anterior, Milton Mendes, pediu para sair, já depois de ter substituído Lito Vidigal, que começou a época.

"Estou feliz, estou num clube com muita história e que vive agora uma situação que não é boa, mas gosto de ser positivo. A Liga Portuguesa é uma que eu conheço e que sigo, o Marítimo tem bons jogadores e qualidade. Há 12 jogos para cumprir o objetivo", disse o treinador espanhol de 39 anos na sua apresentação, no Funchal, esta quinta-feira, citado pelo Zerozero.

Clarificando as suas palavras, Julio Velázquez assegurou que "o objetivo é a manutenção", uma vez que o Marítimo ocupa atualmente o último lugar da Liga NOS, com 18 pontos em 22 jogos. "Temos de nos focar e jogar um jogo de cada vez e depois veremos como estamos na tabela ao final do campeonato. Gosto de ser muito positivo e acho que temos matéria suficiente para atingir o objetivo", acrescentou.

Já Carlos Pereira, presidente do Marítimo, deixou elogios a Velázquez, que assinou até 2022. "É o treinador que nos vai guiar, espero, por muito tempo. Agradecemos o passado, mas no mundo do futebol quando a bola não entra há alterações que se tem de fazer e mais vale tarde do que nunca", explicou.

"Já lhe disse [a Velázquez] que a tarefa não é tão árdua como possa parecer. A qualidade individual que está, a qualidade coletiva que não está tanto como desejamos, mas é por isso que foi escolhido, por nós pensarmos que vai trazer aquilo que falta: a qualidade coletiva", acrescentou.

O Marítimo joga sexta-feira em casa do vizinho Nacional, na abertura da 23ª jornada da Liga NOS.