Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol nacional

"Espero um belíssimo Boavista, muito bem orientado por um treinador que conheço bem, das grandes referências da minha carreira. Um senhor"

O treinador do Farense, Jorge Costa, deixou muitos elogios a Jesualdo Ferreira, treinador do Boavista, antes do confronto entre ambas as equipas

Lusa

ISSOUF SANOGO

Partilhar

O treinador do Farense, Jorge Costa, disse hoje que a sua equipa tem de fazer "coisas completamente diferentes" para poder pontuar em casa do Boavista e fugir ao último lugar da I Liga de futebol.

"Sabemos bem o que falhou frente ao Belenenses SAD [derrota por 1-0] e sabemos bem da importância de fazer coisas completamente diferentes no Bessa, se queremos - e queremos muito - conquistar os três pontos", afirmou o técnico, na antevisão à partida da 24.ª jornada da competição.

Jorge Costa reconheceu que o desaire caseiro frente aos 'azuis' deixou "marcas" nos algarvios - que não vencem há cinco partidas -, mas ressalvou que a equipa tem de tirar ilações para não repetir o que se passou.

"Sou apologista de que nós devemos sempre pensar naquilo que de menos bom fizemos e ter sempre presente na nossa memória as coisas negativas, com o intuito de não as voltar a repetir", referiu.

Por isso, acrescentou, o Farense terá de apresentar-se em campo "com personalidade, sabendo o que pode e deve fazer e, acima de tudo, com muita vontade de lutar pelo melhor resultado".

O "trabalho excecional" de Jesualdo Ferreira

Do outro lado, estará uma equipa comandada por Jesualdo Ferreira, que mereceu muitos elogios. "Espero um belíssimo Boavista, muito bem orientado por um treinador que conheço bem, pelo qual tenho muita admiração, que é uma das grandes referências da minha carreira como treinador. Um senhor, um amigo, que tem vindo a fazer um trabalho excecional", disse Jorge Costa.

O treinador do Farense frisou que o Boavista "está a melhorar de jogo para jogo" e que espera uma partida "importantíssima" para algarvios e 'axadrezados'.

"São duas equipas que não estão tranquilas na tabela e que, no final da época, têm todo o potecial para acabar numa posição diferente", concluiu.

Para o encontro com os boavisteiros, o guardião internacional português Beto, que esta semana rescindiu com o Leixões para assinar pelo Farense, após a lesão grave do habitual titular Rafael Defendi, poderá ser opção.

O Boavista, 16.º classificado, com 21 pontos, recebe, no domingo, o Farense, 18.º e último, com 19, em jogo marcado para o Estádio da Bessa, no Porto, às 17:30, com arbitragem de Hugo Miguel (Lisboa).