Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol nacional

A jornada em que o Sporting pode voltar a ser campeão, 19 anos depois

O Sporting está a dois pontos de conseguir ser campeão, algo que pode acontecer já na terça-feira - ou até na segunda-feira

Lusa

Sporting CP

Partilhar

O Sporting está um pequeno passo de reconquistar o título de campeão português de futebol, podendo confirmá-lo na segunda-feira, se o FC Porto não ganhar ao Farense, ou na terça-feira, vencendo em Alvalade o Boavista.

Com três jornadas por disputar, os ‘leões’ (79) têm oito pontos de vantagem sobre os ‘dragões’ (71), pelo que o troféu mais cobiçado do futebol nacional, que escapa aos ‘verdes e brancos’ há 19 anos (desde 2002), está prestes a integrar o palmarés do clube de Alvalade pela 19.ª vez.

Independentemente do que acontecer no Dragão, o Sporting sabe, desde já, que só depende de si próprio para garantir o cetro na sua casa, pelas 20:30 de terça-feira, uma vez que só precisa de dois pontos, pelo que lhe bastará vencer os ‘axadrezados’, que seguem em lugar de ‘play-off’.

Ainda invicta na prova, com 24 vitórias e sete empates, e em busca do primeiro registo de sempre sem derrotas num campeonato a mais de 30 jornadas, a equipa de Rúben Amorim poderá ter como novidade o regresso do lateral direito Pedro Porro, que falhou o triunfo em Vila do Conde (2-0) por lesão.

A importância, para os ‘leões’, do jogo com o Boavista terá muito a ver com que o FC Porto fizer na véspera, pois o título ficará decidido se os ‘dragões’ forem surpreendidos - na verdadeira aceção da palavra - na receção ao também ‘aflito’ Farense (20:15), penúltimo classificado, o que permitiria ao Sporting iniciar os festejos no ‘sofá’.

FC Porto precisa de confirmar 2.º lugar à frente do Benfica

Se os ‘dragões’ perderem ou empatarem na segunda-feira, ficam automaticamente sem qualquer possibilidade matemática de atingirem o primeiro lugar, quando faltariam dois jogos para o fecho do campeonato, além de poderem ver o Benfica (67 pontos) aproximar-se na tabela.

Por outro lado, em caso de triunfo sobre os algarvios, o FC Porto dá um passo importante para assegurar o segundo lugar e o acesso direto à fase de grupos da Liga dos Campeões, já que ficará provisoriamente sete pontos à frente dos ‘encarnados’, que visitam o lanterna-vermelha Nacional, na terça-feira, às 18:00.

O empate no ‘clássico’ da Luz (1-1) deixou as ‘águias’ mais longe da vice-liderança, mas, ao mesmo tempo, ajudou a dilatar a vantagem sobre o Sporting de Braga, quarto colocado, com 59 pontos, que no domingo (20:00) visita o Gil Vicente e que, não vencendo o ‘vizinho’ minhoto, dirá imediatamente ‘adeus’ a qualquer hipótese de ainda resgatar o último posto do pódio.

A ronda 32 abre precisamente no domingo, com o Paços de Ferreira a receber o Marítimo, numa partida na qual os pacenses, com 49 pontos, podem ‘carimbar’ o quinto lugar e a presença na nova Liga Conferência Europa da próxima época, enquanto os insulares (14.º) seguem na luta férrea pela manutenção.

Em caso de triunfo dos ‘castores’, o Vitória de Guimarães (41 pontos) fica fora da luta pela Europa, pelo que o dérbi minhoto que encerra na jornada, na quarta-feira, revestir-se-ia de maior importância para o Famalicão (13.º), que vem dando passos seguros pela manutenção, como sucedeu diante do Santa Clara (1-0).

Portimonense-Moreirense, na segunda-feira, Santa Clara-Rio Ave e Tondela-Belenenses SAD, ambos na terça, são os restantes encontros da 32.ª jornada, todos importantes para as contas da segunda metade da tabela e da manutenção.

Programa da 32.ª jornada

- Domingo, 9 mai:

Paços de Ferreira - Marítimo, 15:00
Gil Vicente - Sporting de Braga, 20:00

- Segunda-feira, 10 mai:

Portimonense - Moreirense, 18:00
FC Porto - Farense, 20:15

- Terça-feira, 11 mai:

Santa Clara - Rio Ave, 15:00 locais (16:00, horas de Lisboa)
Tondela - Belenenses SAD, 16:00
Nacional - Benfica, 18:00
Sporting - Boavista, 20:30

- Quarta-feira, 12 mai:

Vitória de Guimarães - Famalicão, 20:15