Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol nacional

Já há vencedor na Supertaça: as bancadas do estádio

Além do primeiro troféu que há para conquistar na temporada, Braga e Sporting vão jogar em Aveiro, este sábado, (20h45, TVI) diante de adeptos pela primeira vez em ano e meio

Diogo Pombo

Quality Sport Images

Partilhar

É verdade que de um lado está o campeão que pôde aparar as longas barbas de náufrago eremita numa ilha ao fim de 19 anos, vivendo agora num incomum clima de tranquilidade. É factível também que, do outro, estará a equipa alvo de muitas eulogias à forma como estava em campo com bola, em organização para atacar a baliza dos outros, durante a época passada. O regresso aos futebóis oficiais do titulado Sporting de Rúben Amorim e o prometedor Braga de Carlos Carvalhal, contudo, não será a mais atraente das novidades a entrar no Estádio Municipal de Aveiro.

Quando, este sábado (20h45, TVI), um dos recintos moribundos que foi erguido para o Europeu de 2004 e, com o tempo, deixado ao acaso abrir as portas, deixará entrar pessoas para se sentarem nas bancadas e assistirem à final da Supertaça de Portugal. Será a primeira vez em ano e meio que haverá um jogo em Portugal continental com público — o último, a 12 de março de 2020, foi em Guimarães, onde o Vitória ganhou ao Paços de Ferreira, a contar para a I Liga. No final, como tantos outros antes dele, André André, o capitão dos vimaranenses, admitiu que “foram os adeptos que [os] levaram à vitória”.