Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol nacional

Belenenses SAD

O perfil do Belenenses SAD, campeão nacional: como evoluiu, como joga e quem são os jogadores mais importantes

Tiago Teixeira

Gualter Fatia/Getty

Partilhar

Treinador: Petit

Época 20/21: 10.º lugar

Depois de uma época de opostos – o Belenenses SAD foi das defesas menos batidas (apenas os quatro primeiros classificados sofreram menos golos) e dos piores ataques (a par do Rio Ave, com apenas com 25 golos marcados), o objetivo passará por garantir a manutenção o mais brevemente possível. E, para tal, é fundamental que a equipa produza mais do ponto de vista ofensivo. A contratação de Pedro Nuno, que tem características que podem encaixar muito bem com as ideias de Petit para a frente de ataque, será uma boa ajuda nesse sentido.

Organizados no habitual 3-4-2-1, a maior força do Belenenses SAD continuará a ser a sua organização defensiva. Bloco compacto e com boas referências de pressão serão imagens de marca. Tomás Ribeiro voltará a ser o patrão da linha defensiva, dada a sua inteligência no posicionamento e na leitura dos lances.

Com bola, e apesar das dificuldades em fazer golos, o Belenenses SAD é uma equipa com movimentos de ataque à profundidade bem trabalhados – movimentos de apoio para atrair marcações, seguidos de movimentos de rutura para explorar a profundidade. Pedro Nuno será uma mais-valia nestas situações (qualidade técnica e movimentos de rutura). No meio-campo, os principais nomes a ter em conta são o de Afonso Sousa – o responsável por trazer criatividade ao processo ofensivo e qualidade entre linhas –, e o de Afonso Taira, que além dos equilíbrios defensivos garante muita qualidade na fase de construção.

Cassierra será a principal referência ofensiva, mas o jovem Ndour promete ser uma boa alternativa, dada a sua capacidade de explorar a profundidade (muitíssimo forte fisicamente e nos duelos ofensivos) e de atacar as zonas de finalização (remate forte).

JOGADOR CHAVE

Mateo Cassierra, 24 anos. O avançado colombiano oferece muitas soluções na frente de ataque, dada a sua capacidade de jogar como apoio e de explorar a profundidade através de movimentos de rutura. Além do que oferece fora da área, Cassierra é também um avançado que se movimenta bem em zonas de finalização e que garante golos – fez 10 dos 25 que o Belenenses SAD conseguiu no campeonato.

JOGADOR A SEGUIR

Afonso Sousa, 21 anos. O jovem médio português é o jogador mais diferenciado do meio-campo do Belenenses SAD, dada a sua qualidade técnica – muito competente ao nível do passe – e a sua visão de jogo – é quem descobre as melhores linhas de passe. Numa equipa pouco criativa do ponto de vista coletivo, Afonso Sousa assume-se como um dos principais responsáveis por trazer classe ao processo ofensivo.

11 Provável