Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol nacional

Vizela

O perfil do Vizela para a época 2021/22: como evoluiu, como joga e quem são os jogadores mais importantes

Tiago Teixeira

Futebol Clube Vizela

Partilhar

Treinador: Álvaro Pacheco

Época 20/21: 2.º lugar na segunda liga

O Vizela tinha acabado de chegar à segunda liga, mas surpreendeu tudo e todos ao realizar uma época fantástica – futebol ofensivo e ataque mais concretizador – e acabou mesmo por garantir um lugar de acesso à primeira divisão, 36 anos depois da última vez. As dificuldades vão aumentar e o objetivo será a manutenção, mas a ideia de Álvaro Pacheco continuará a ser a de um futebol positivo e de valorização dos jogadores.

Organizados em 4-3-3, o Vizela procurará ser uma equipa a procurar construir apoiado da própria área – primeira fase de construção em 2+1 (dois centrais e médio defensivo) ou em 2+2 (um dos médios interiores a baixar para junto do médio defensivo).

Guzzo e Samu serão indiscutíveis no meio-campo do Vizela e garantem qualidade na fase de construção e criação – qualidade no passe e visão de jogo, bem como capacidade de aproximação à grande área e qualidade na finalização – juntos foram responsáveis por 15 golos do Vizela. Há ainda nomes como Tomás Silva – ex-Sporting, que pode acrescentar capacidade de desequilíbrio em condução pelo corredor central – , Nuno Moreira – outro ex-Sporting que pode oferecer qualidade ao corredor central ou jogar a partir da ala – e Alex Méndez – médio ofensivo ex-Ajax que pode oferecer muita qualidade técnica e criatividade.

Na frente, o Vizela procurará muitos movimentos de ataque à profundidade, com os dois extremos em zonas interiores e com Cassiano – deverá começar como principal referência ofensiva, uma vez que foi o melhor marcador da segunda liga com 16 golos. Este ano tem a concorrência de Schettine, ex-Braga, e de Kévin Zohi, ex-Strasbourg.

JOGADOR CHAVE

Samu Silva, 25 anos. O médio foi um dos principais responsáveis pela excelente época do Vizela, ao contribuir com vários golos e assistências: participação direta em 16 golos no campeonato. Além disso, Samu acrescenta capacidade de desequilíbrio pelo corredor central e em zonas de criação. Será peça chave no meio-campo de Álvaro Pacheco.

JOGADOR A SEGUIR

Aléx Mendez, 20 anos. O médio ofensivo, ex-Ajax, tem um potencial tremendo e pode sair muito valorizado na ideia de jogo do Vizela. Dotado de muita qualidade técnica – grande qualidade no último passe, e criatividade, Mendez pode ser importante em zonas de criação (espaço entre linhas), principalmente pela capacidade de executar em espaços reduzidos.

11 Provável