Tribuna Expresso

Perfil

Hóquei em Patins

Portugal bate a Argentina e é campeão mundial de hóquei em patins

Jogo decidido nas grandes penalidades, após o nulo no tempo regulamentar e prolongamento. É o 16.º título mundial para Portugal, o primeiro em 16 anos

Tribuna Expresso

Toni Albir/EPA

Partilhar

Portugal é campeão do Mundo de hóquei em patins 16 anos depois da última vitória, em casa, no Mundial de 2003, que se realizou em Oliveira de Azeméis. A vitória sobre a Argentina nas grandes penalidades dá o 16.º título mundial a Portugal.

Depois de um nulo durante o tempo regulamentar e no prolongamento, Portugal superiorizou-se nas grandes penalidades, com Ângelo Girão, o guardião português, a agigantar-se na baliza. Portugal marcou duas penalidades, a Argentina apenas uma e o título vem de Barcelona para o nosso país.

Foi um jogo de nervos aquele que se jogou em Barcelona, com as equipas a não arriscarem muito no tempo regulamentar. Na prolongamento, Ângelo Girão foi decisivo, ao defender duas grandes penalidades. E na hora decisiva, o guarda-redes do Sporting voltou a brilhar, com Gonçalo Alves e Hélder Nunes a marcarem para a Seleção Nacional.

É o culminar de um ano de ouro para o hóquei em patins português, depois de uma final da Liga Europeia 100% portuguesa, com o Sporting a bater o FC Porto na final. É também um regresso às vitórias no Mundial fora de portas: a última vez que Portugal havia sido campeão mundial para lá das fronteiras nacionais foi em 1993, em Itália.