Tribuna Expresso

Perfil

Jesus é brasileiro

Jesus acusou o adversário de “bater e intimidar” e este respondeu assim: “Ele devia ficar de boquinha calada, coitadinho”

O treinador português do Flamengo acusou o adversário de “caça ao jogador” e as coisas aqueceram na conferência de imprensa e depois desta

Tribuna Expresso

RICARDO MORAES/REUTERS

Partilhar

Começando pelo fim, o Flamengo venceu mais uma vez, por 1-0, com golo presidencial de Lincoln, de 18 anos. Mas o jogo com o Botafogo foi aquecendo por outras razões, culminando numa conversa entre Jesus e um defesa adversário e duas conferências de imprensa inflamadas.

No final do jogo, Jesus não se coibiu de criticar o oponente pela excessiva dureza com que disputou os lances.

"Nos primeiros 20 minutos o nosso médico entrou cinco vezes para assistir o Gabigol. Foi caça ao jogador, Gabigol e Bruno Henrique. Aos centrais do Botafogo interessava intimidar e bater. Isto não é futebol, nao é assim que ensino os meus jogadores a atuar. Queriam descontrolar o Gabigol mas ele está a crescer emocionalmente como grande jogador que é. Quando acabou o jogo disse ao jogador do Botafogo 'não valeu a pena baterem tanto, acabaste por perder à mesma'", contou o treinador, criticando a postura do adversário, nomeadamente dos centrais contrários: "espero que lhes sirva de exemplo porque isto não é futebol."

Valentim, o treinador adversário, não esteve para namoros e fez questão de responder à letra ao técnico português. “Jesus devia ter ficado com a boquinha calada, coitadinho,” foi a resposta às críticas do técnico do Flamengo. Valentim acrescentou: “A nossa equipa veio para jogar, foi muito aguerrida e os nossos jogadores estão de parabéns. Ninguém veio aqui para bater em ninguém, ninguém veio para caçar ninguém, que termo é que ele acha que está a usar aqui no Brasil?”

Antes das conferências de imprensa, houve ainda tempo para uma pequena conversa entre Jorge Jesus e o defesa do Botafogo Carli. O jogador acusou o treinador português de ter sido malcriado: “Ele entrou a dizer coisas que me faltaram ao respeito mas deixa lá isso”. Mais tarde, Jesus revelou o que terá dito ao jogador: “Não adiantou baterem tanto, perdeste à mesma”.