Tribuna Expresso

Perfil

Jesus é brasileiro

Flamengo x Vasco: gols, empurrões e um tropeção de Jesus no maior rival

O Flamengo x Vasco terminou empatado (4-4). A defesa do time de Jesus falha e se enerva, mas segue líder do Brasileirão. No final, teve confusão e bate-boca entre jogadores e até dirigentes das duas equipes. A Tribuna Expresso convidou o jornalista brasileiro Plínio Fraga para escrever sobre Jorge Jesus e o Flamengo com o tom, o sotaque e o ritmo certos do Brasilerão

Plínio Fraga, no Rio de Janeiro

Wagner Meier

Partilhar

Clube de origem portuguesa mais tradicional do Brasil e maior rival do Flamengo, o Vasco da Gama conteve nesta quarta-feira a equipe de Jorge Jesus num dos jogos mais emocionantes do Série A do campeonato brasileiro. O placar de 4 a 4 - com o primeiro gol marcado pelo Flamengo antes do primeiro minuto do primeiro tempo e o último anotado pelo Vasco nos acréscimos finais do segundo tempo - refletiu um dérbi vibrante, embora os jogadores tenham apresentado mais vigor do que qualidade técnica nos 90 minutos de disputa.

O jogo terminou com troca de empurrões entre os adversários e até dirigentes. Jesus teve que conter pessoalmente alguns flamenguistas para que não trocassem socos com vascaínos e fossem expulsos mesmo depois do apito final.

Após 34 jogos, faltando quatro para o fim do certame, o Flamengo segue líder do campeonato, está há 23 jogos invicto, mas pode ter encurtada a distância em relação ao Palmeiras, o segundo colocado. Se o clube paulista vencer o próximo compromisso, a dianteira do Flamengo cairá de 11 para oito pontos.

A bola é do Flamengo

O time treinado por Jorge Jesus manteve a característica de ficar a maior parte do tempo com a bola (68% contra 32% do Vasco), procurou o ataque e marcou desde o campo adversário. No entanto, abriu espaços demais em sua defesa, que falhou em ao menos dois dos quatro gols do Vasco. “Hoje perdemos um pouco do equilíbrio emocional e tático”, admitiu Jorge Jesus.

Décimo colocado no campeonato, o Vasco levou um gol com 37 segundos de jogo e parecia que seria uma equipe sem ímpeto para enfrentar o líder do brasileiro. Na primeira jogada de ataque, Reinier passou por quatro marcadores e cruzou rasteiro. A bola sobrou para Everton Ribeiro que bateu forte e marcou.

O esquema tático de Vandeley Luxemburgo - ex-treinador da seleção brasileira e que teve rápida passagem no Real Madrid - parecia ter ruído com menos de um minuto. Luxemburgo lançara um time com quatro volantes no meio-campo, com a proposta de jogar no contra-ataque aproveitando espaços deixados pela defesa rubro-negra.

O Flamengo, entretanto, reduziu a velocidade do jogo a pós o gol, e o Vasco dominou as ações do jogo. Aos 33 minutos, o atacante Marrony empatou em jogada rápida do ataque. Três minutos depois, o lateral Pikachu fez foi derrubado na área. Cobrou o pênalti e colocou o Vasco na frente.

O Flamengo reagiu ainda no primeiro tempo. Aos 49 minutos, o lateral Rafinha recebeu passe em jogada ensaiada e cruzou, o zagueiro Danilo Barcelos foi cortar e fez gol contra.



Jorge Jesus, o líder espiritual da maior Nação do Brasil

A “Nação”, como é apelidada a base de apoio do Flamengo, está rendida a Jorge Jesus, que colocou a equipa brasileira na final da Libertadores, algo que já não acontecia há 38 anos. Aos 65 anos, o treinador português está a deixar uma marca indelével no Brasil

Mister Jorge Jesus

No segundo tempo, o Vasco fez 3 a 2 com Marcos Júnior aos 51 minutos, mas o Flamengo empatou e passou à frente com dois gols de com Bruno Henrique em menos de 15 minutos. A torcida gritava “É campeão!”, quando, a dois minutos do fim do jogo, o atacante Ribamar empatou novamente o jogo: 4 a 4. Pela primeira vez, o Flamengo sofreu quatro gols em um mesmo jogo sob o comando de Jorge Jesus. Com o resultado, chegou aos 78 pontos na liderança do Campeonato Brasileiro. Na próxima rodada, enfrenta o Grêmio, domingo, em Porto Alegre.

A torcida do Flamengo se impacientou com os gols levados, mas ao final voltou a saudar o treinador com seu canto favorito: “Olé, olé, olé, Mister, Mister”.