Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Tóquio 2020

Tóquio 2020

Jogos Olímpicos

Doping. Rússia excluída de Jogos Olímpicos e Mundiais de futebol por quatro anos

A Rússia está impedida de participar em qualquer competição desportiva até 2023. O país pode apresentar um recurso, num prazo de 21 dias, contra a decisão tomada pela Agência Mundial de Antidopagem

Tribuna Expresso com Lusa

ALEXANDER NEMENOV/GETTY IMAGES

Partilhar

A Rússia foi, esta segunda-feira, excluída dos Jogos Olímpicos durante quatro anos, devido a questões de doping levadas a cabo com o apoio estatal tornadas públicas há cerca de seis anos, anunciou a Agência Mundial Antidopagem (AMA).

Em comunicado, a entidade explicou que “a decisão foi tomada por unanimidade” e determina a exclusão da Rússia dos Jogos Olímpicos de Verão de Tóquio, em 2020, e dos Jogos de Inverno de Pequim, em 2022. O castigo aplicar-se-á, também, a todos os Campeonatos do Mundo, e prevê a possibilidade de os atletas competirem sob bandeira neutra.

A seleção russa de futebol, porém, poderá participar no próximo Europeu, prova em que, aliás, é uma das nações anfitriãs.

A decisão, tomada pelo comité da AMA que avalia o cumprimento dos regulamentos, é passível de recurso para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS).