Tribuna Expresso

Perfil

Jogos Olímpicos

Berlim perde candidatura aos Jogos Olímpicos para a região do Reno-Ruhr

Prazo de candidatura apertado e melhor clima da população no estado ocidental do Reno-Ruhr afastam Berlim da probabilidade de vir a ser escolhido pelos alemães para a candidatura às Olimpíadas de 2032

Tribuna Expresso

Estádio de Dortmund

LEON KUEGELER/Reuters

Partilhar

A capital alemã está praticamente fora da corrida à candidatura para a realização dos Jogos Olímpicos de 2032, preterida que está a ser pela região do Reno-Ruhr.

Alfons Hörmann, o presidente do Comité Olímpico Alemão (DOSB), disse esta quarta-feira à DPA, agência noticiosa alemã, que a região ocidental do Reno-Ruhr tem muito mais possibilidades de conseguir vencer a candidatura à realização das Olimpíadas: "Cada um dos municípios daquela região envolvidos tem uma imagem gratificantemente positiva".

Hörmann afirmou que o estado da Renânia do Norte-Vestefália "tem claramente um melhor ponto de partida do que Berlim neste momento", declarou à DPA.

O número dois do DOSB, Kaweh Niroomand, declarou ao jornal "Berliner Morgenpost" que o Comité Olímpico Internacional (COI) pretende "atribuir as Olimpíadas de 20132 já na primavera de 2022" e isso significa que "o período é muito curto para Berlim".

Uma pesquisa do instituto de sondagens alemão Forsa realizou uma avaliação do ambiente da população nas duas regiões que Hörmann anuncia que será estudada nos próximos dois meses. Para já, o estudo diz que o ambiente da população nos municípios da Renânia do Norte-Vestefália envolvidos na candidatura apresentam vantagem sobre Berlim.