Tribuna Expresso

Perfil

Jogos Olímpicos

Poderão os Jogos Olímpicos de Tóquio ser cancelados? Os próximos três meses serão decisivos

Dick Pound, o mais veterano dos membros do Comité Olímpico Internacional, não coloca de parte um adiamento ou cancelamento dos Jogos, mas está confiante que em julho a situação estará normalizada. Uma decisão final terá de ser tomada até finais de maio

Tribuna Expresso

Toru Hanai

Partilhar

O coronavírus preocupa o Comité Olímpico Internacional (COI), que nos próximos três meses terá de tomar uma decisão sobre a possibilidade dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que arrancam em final de julho, serem adiados ou cancelados.

Dick Pound, o mais antigo membro do COI, sublinhou em entrevista à agência Associated Press, não quis fazer soar os alarmes, mas admitiu que todas as possibilidades estão em cima da mesa e que a decisão final sobre a segurança de atletas, staff e membros dos media terá de ser tomada até finais de maio.

"Esta é uma nova guerra e temos de enfrentá-la. Penso que por volta dessa altura [finais de maio] toda a gente se vai começar a perguntar: 'Está tudo tudo sob controlado e podemos estar confiantes em ir para Tóquio ou não está?', disse este membro veterano do COI.

Pound lembrou ainda que uma decisão de cancelamento estará sempre dependente da Organização Mundial de Saúde mas está confiante que até julho a situação esteja controlada, pedindo calma aos cerca de 11 mil atletas esperados nos Jogos Olímpicos de 2020: "Até onde sei, estaremos em Tóquio. Tudo indica que nessa altura a situação esteja normalizada. Pelo que peço aos atletas que continuem focados, tenham a certeza que o COI não vos vai mandar para o meio de uma situação de pandemia".