Tribuna Expresso

Perfil

Jogos Olímpicos

Jogos Olímpicos com público? Talvez, mas os adeptos estrangeiros serão excluídos

Depois da notícia que dava conta do desejo de ter público nas bancadas, a organização das Olimpíadas Tóquio 2020, através da nova presidente, vem agora pôr a hipótese de não haver estrangeiros a assistir aos Jogos Olímpicos. A imprensa local diz que a decisão está tomada e será anunciada no fim do mês

Tribuna Expresso

Justin Setterfield/Getty

Partilhar

O comité organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio tem uma nova presidente. Seiko Hashimoto já provocou comentários um pouco por todo o mundo ao admitir que possa não haver estrangeiros nas bancadas do evento. A comunicação social nipónica vai ainda mais longe, anunciando que a decisão já foi mesmo tomada e haverá apenas espetadores japoneses a assistir ao vivo ao evento desportivo mais importante do mundo.

Seiko Hashimoto afirma: “Se a situação for complicada e for algo que preocupe o nosso público, isso é uma circunstância que devemos evitar”. Segundo o jornal japonês “Mainichi”, a líder do comité organizador já falou sobre o assunto com o presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach.

O mesmo jornal adiantou na quarta-feira que o COI apoia a decisão dos organizadores japoneses mas que a medida será anunciada apenas no final deste mês. “Dada a situação atual é impossível que venham espectadores estrangeiros,” disse uma fonte do Governo japonês ao jornal.

Os Jogos Olímpicos, adiados para este ano devido ao alto impacto da pandemia na Ásia, em 2020, estão marcados para o período de 23 de julho a 8 de agosto.