Tribuna Expresso

Perfil

Tóquio 2020

Tóquio 2020

Jogos Olímpicos

Mais de 80% dos japoneses contra Jogos Olímpicos no país este verão

Sondagem do "Asahi" revela que 43% dos inquiridos querem que os Jogos sejam cancelados e 40% que sejam novamente adiados. Estes números são superiores aos 35% que apoiaram o cancelamento numa sondagem realizada pelo mesmo jornal há um mês, com 34% a defenderem um novo adiamento

Lusa

KAZUHIRO NOGI/Getty

Partilhar

Mais de 80% dos japoneses opõem-se à realização dos Jogos Olímpicos este verão, de acordo com uma nova sondagem divulgada esta segunda-feira, menos de dez semanas antes do evento, adiado em 2020 por causa da pandemia.

A sondagem de opinião foi conduzida pelo diário "Asahi", depois de o Governo japonês ter decidido na sexta-feira alargar o estado de emergência sanitária a nove regiões do país, que enfrenta uma quarta vaga de infeções com o novo coronavírus que está a colocar o sistema de saúde sob pressão.

A sondagem revelou que 43% dos inquiridos querem que os Jogos sejam cancelados e 40% que sejam novamente adiados. Estes números são superiores aos 35% que apoiaram o cancelamento numa sondagem realizada pelo mesmo jornal há um mês, com 34% a defenderem um novo adiamento.

Apenas 14% são a favor da realização dos Jogos como planeado, de 23 de julho a 08 de agosto, de acordo com esta sondagem telefónica realizada a 1.527 pessoas.

Durante meses, todas as sondagens mostraram que a maioria do povo japonês se opõe à realização dos Jogos Olímpicos. Outra sondagem realizada pela agência noticiosa Kyodo, publicada no domingo, mostrou que 59,7% dos inquiridos eram a favor do cancelamento dos Jogos Olímpicos.

A organização tem afirmado repetidamente que a existência de medidas anti-pandémicas rigorosas, incluindo testes regulares aos atletas e uma proibição de espectadores estrangeiros, vão permitir a realização dos Jogos Olímpicos "em segurança".

Contudo, a sondagem da Kyodo revelou que 87,7% dos inquiridos temem que o afluxo de atletas e delegações possa disseminar o coronavírus.

Até agora, o Japão teve um surto de covid-19 menor do que o registado em muitos países, com cerca de 11.500 mortes contabilizadas oficialmente desde o início de 2020, mas o Governo está a ser alvo de críticas devido a atrasos no programa de vacinação.

De acordo com a sondagem da Kyodo, 85% dos inquiridos consideram o programa lento e 71,5% estão insatisfeitos com a forma como o Governo está a lidar com a crise sanitária.