Tribuna Expresso

Perfil

Tóquio 2020

Tóquio 2020

Jogos Olímpicos

A cinco dias da cerimónia de abertura dos Jogos, os dois primeiros casos positivos de covid-19 entre atletas

Sem os identificar, a organização dos Jogos Olímpicos de Tóquio informou, na madrugada deste domingo, que foram detetados os dois primeiros casos de covid-19 entre atletas residentes na Aldeia Olímpica, em Tóquio

Lusa

Valery Sharifulin/Getty

Partilhar

A organização dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 anunciou, na madrugada deste domingo, que foram detetados os dois primeiros casos de covid-19 entre os atletas residentes na Aldeia Olímpica, na capital do Japão.

A organização não identificou os atletas.

Desde a chegada das delegações, quatro atletas acusaram positivo para a covid-19, de acordo com a organização, que vai fornecer relatórios diários sobre os testes realizados em atletas, pessoal e funcionários acreditados para os Jogos.

O Comité Olímpico Internacional (COI) também confirmou que um dos seus membros, o sul-coreano Seung Min Ryu, foi testado positivo à chegada ao Japão.

Na terça-feira e na quarta-feira, os 102 membros do organismo devem reunir-se num palácio na capital japonesa para a assembleia-geral da organização.

No sábado, os organizadores anunciaram o primeiro caso na aldeia, mas não se tratava de um atleta. A capacidade da Aldeia Olímpica é de 17.000 pessoas.

No sábado, o presidente do COI, Thomas Bach, disse que entre os 15.000 atletas, delegações olímpicas e jornalistas que chegaram ao Japão desde 01 de julho, 15 pessoas testaram positivo, uma "taxa muito baixa" de 0,1%, sublinhou.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio foram adiados por um ano devido à pandemia, e foram postas em prática medidas sanitárias rigorosas no Japão.

Quase todos os eventos olímpicos, entre 23 de julho e 08 de agosto vão ser realizados à porta fechada, e dezenas de milhares de participantes - desde atletas a oficiais e jornalistas do estrangeiro - estão sujeitos a severas restrições devido aos riscos para a saúde.

Estas contramedidas não têm sido suficientes para tranquilizar a população no Japão, onde Tóquio registou mais 1.410 casos de Covid-19 no sábado, o total diário mais elevado desde janeiro.