Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Tóquio 2020

Tóquio 2020

Jogos Olímpicos

Jogos Olímpicos: e que tal se trouxesse o Japão até si? Vamos a isso

Os olhos do mundo estão postos em Tóquio, onde arde desde sexta-feira a Pira Olímpica. Mas se nesta 32.ª edição, a primeira sem público nas bancadas, não foi possível viajar para a Terra do Sol Nascente, mostramos-lhe como mesmo do outro lado do mundo o Japão está mais perto do que possa imaginar

Cláudia Monarca Almeida

Tomohiro Ohsumi/Getty

Partilhar

Dez mil novecentos e vinte sete quilómetros ou quinze horas e vinte minutos (e uma escala) de avião. São estes os números que afastam Portugal do Japão no mapa. Mas a História fez do longe perto. “É uma amizade de cinco séculos, é algo especial”, afirma Yuka Iwanami. “Os portugueses foram os primeiros europeus a chegar ao Japão em 1543. Para nós foram o primeiro contacto com alguém de outro mundo. Desde crianças que temos esta familiaridade com Portugal e na escola todos somos ensinados que Portugal é especial, que foram os primeiros e trouxeram a espingarda, que alterou a História do nosso país. Também todos sabemos que há palavras portuguesas no japonês como pan (pão), koppu (copo), botan (botão) ou kompeitō (confeito). Todas estas palavras ainda se usam no dia a dia”, explica.

A segunda secretária para a Informação e Assuntos Culturais da embaixada do Japão em Lisboa considera que vivemos atualmente um “pico nas relações” entre os dois países, que atribui a marcos históricos como os 160 anos das ligações diplomáticas (assinalado em 2020 com a primeira visita do ministro dos Negócios Estrangeiros nipónico em 18 anos) e a aproximação dos 480 anos desde a chegada dos primeiros portugueses ao Japão (2023).