Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Tóquio 2020

Tóquio 2020

Jogos Olímpicos

Os 100 metros voltam a ser europeus: Lamont Marcell Jacobs é italiano e sucede a Usain Bolt

Numa final que não contou com o teórico principal candidato ao ouro (eliminado nas meias-finais), o italiano Lamont Marcell Jacobs foi o mais rápido a sprintar pelos 100 metros fora e voltou a dar à Europa o homem mais veloz do planeta

Lusa

JAVIER SORIANO/Getty

Partilhar

O atleta italiano Lamont Marcell Jacobs é o novo campeão olímpico dos 100 metros, triunfando hoje na final disputada no Estádio Olímpico de Tóquio em 9,80 segundos, novo recorde europeu.

O campeão de Tóquio2020, nascido há 26 anos no Texas, de mãe italiana e pai norte-americano, sucede assim ao lendário jamaicano Usain Bolt, o campeão das três edições anteriores.

Com a prata ficou o norte-americano Fred Kerley (9,84) e com o bronze o canadiano Andre de Grasse (9,89).

Richard Heathcote/Getty

Jacobs, que não era apontado como favorito, é o primeiro europeu campeão no hectómetro olímpico desde 1992, ano do sucesso do britânico Linford Christie.

Os Estados Unidos, que já estavam privados do campeão do Mundo, Christian Coleman, por três ausências ao controlo antidoping, ficaram nas semifinais sem o principal favorito e líder da época, Trayvon Bromell.