Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Tóquio 2020

Tóquio 2020

Jogos Olímpicos

Liliana Cá ainda sonhou mas foi 5.ª na final do lançamento do disco

Final de bom nível da atleta portuguesa, que ainda chegou a ter a terceira melhor marca do concurso, garantindo mais um diploma para a comitiva portuguesa. A vitória foi para a norte-americana Valarie Allman

Christian Petersen/Getty

Partilhar

Ainda chegou a andar em 3.º, depois em 4.º e terminou em 5.º. Liliana Cá ainda sonhou com medalhas na final do lançamento do disco, acabou fora do pódio mas com uma prova de grande qualidade, em que conseguiu chegar aos três lançamentos finais e lutar até ao fim.

A atleta de 34 anos abriu o concurso com um 62.31, melhorou depois para 63.93, seguiram-se três nulos e um último lançamento que optou por não fazer, numa prova que foi interrompida quase uma hora devido à chuva torrencial que se abateu sob Tóquio na noite de segunda-feira.

O 5.º lugar garante o melhor resultado de Liliana Cá em provas internacionais e também mais um diploma olímpico para a comitiva portuguesa.

A vitória foi para a norte-americana Valarie Allman, a prata foi para a alemã Kristin Pudenz e o bronze para a cubana Yaime Perez. A bicampeã olímpica Sandra Perkovic terminou em 4.º.