Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Jogos Paralímpicos

Canoísta Norberto Mourão dá a Portugal a segunda medalha nos Jogos Paralímpicos de Tóquio

Nos 200 metros VL2, Mourão, que se estreou em competições paralímpicas, foi medalha de bronze ao cronometrar 55,365 segundos, ficando a 2,288 do brasileiro Paulo Rufino (53,077), que se sagrou campeão paralímpico com a melhor marca da distância

Lusa

Miguel A. Lopes/LUSA

Partilhar

O canoísta português Norberto Mourão, campeão europeu e vice-campeão mundial, conquistou este sábado a medalha de bronze na prova 200 metros VL2, dos Jogos Paralímpicos Tóquio2020.

Mourão, que se estreou em competições paralímpicas, cronometrou 55,365 segundos, ficando a 2,288 do brasileiro Paulo Rufino (53,077), que se sagrou campeão paralímpico com a melhor marca da distância.

O canoísta português, que na quinta-feira conseguiu o apuramento direto para a final, terminou a prova a 316 centésimos de Igor Korobeynikov (55,681), do Comité Paralímpico da Rússia, que foi quarto.

No Sea Forest Waterway, onde há cerca de um mês Fernando Pimenta foi bronze olímpico em K1 1.000 metros, o norte-americano Steven Haxton (55,093) arrecadou a medalha de prata.

A menos de dois do final da competição, Portugal soma duas medalhas de bronze e 19 diplomas.