Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

Num jogo com o carisma de uma palestra de Rui Vitória, Lá em Casa Mando Eu recria um diálogo entre três entediados defesas brasileiros

Neste serão de dilúvio em que o FC Porto recebeu e venceu a SAD sem nome, Lá em Casa Mando Eu lamenta que Herrera tenha gasto tanto dinheiro em cirurgias plásticas para depois tudo se desvanecer em noites em que não para de chover

Lá em Casa Mando Eu

Soccrates Images/Getty

Partilhar

Fabiano

Normalmente, a titularidade do guarda-redes suplente em jogos da Taça é vista como um prémio. Mas jogar uma eliminatória destas, com a emoção e o carisma de uma palestra do Rui Vitória, e ainda com aquela chuva toda, soa mais a uma daquelas promoções em que a pessoa ganha responsabilidades, trabalha até mais tarde e fica com um título pomposo como “supervisor de funções”, mas ganha o mesmo ordenado.

Corona

Já não se via um patinho feio transformar-se assim para aí desde José Bosingwa. História engraçada: uma vez, estava eu em Bratislava, a regressar de um jogo do FC Porto, e um senhor que se disse olheiro de um clube russo aproximou-se do meu grupo e meteu conversa, para tentar averiguar se tinha realmente percebido quem eram os nossos melhores jogadores. Falava de Lucho e Lisandro e nós dizíamos/gritávamos todos: “No, no! Buy Bosingwa! Very good!”. Bosingwa acabou por sair por mais de 20 milhões de euros e jogou 4 anos no Chelsea e várias vezes imaginei aquele olheiro a pensar que nos devia ter ouvido. Bem, se por acaso ele passar por aqui: “Buy Corona! Very good indeed!”

Felipe

“E aí, Militão, tudo bem? Gostando do Porto? Um pouco chuvoso, mas eu txi disse que era bem calmo!”

Éder Militão

“É isso aí! Um pouco calmo demais... Saudadji de São Paulo, daquela bagunça. Aqui não acontece nada, não...”

Alex Telles

“Tem razão, porra! Eu até parece que desaprendi! Mais dois anos nessa vida, só vendo a bola lá ao longe, e eu até bola parada começo a marcar mal!”

Herrera

Parece-me muito injusto que uma pessoa gaste tanto dinheiro em cirurgias plásticas e depois tudo se desvaneça em noites em que não para de chover.

Óliver

Quem não percebe Óliver, também não percebe a poesia, não percebe a literatura.

Otávio

FC Porto

😃

|\✋🤚

/ \_

━━━━━┓ \\

┓┓┓┓┓┃ Penáltis a favor

┓┓┓┓┓┃ ヽ😮ノ

┓┓┓┓┓┃  /

┓┓┓┓┓┃ ノ)

┓┓┓┓┓┃

┓┓┓┓┓┃

┓┓┓┓┓┃

┓┓┓┓┓┃

Adrián Lopez

Continua a sua reabilitação progressiva, destacando-se o excelente passe para Corona no primeiro golo. O espanhol tornou-se um género de amuleto nos jogos das Taças: os companheiros festejam cada ação sua como se ele estivesse a jogar o seu jogo de homenagem, contra uma equipa de amigos. Pode ser que a festa acabe com ele a levantar a Taça no Jamor, com toda a gente mais feliz por ele do que pelo troféu.

André Pereira

Teve a melhor oportunidade para marcar aos 15 minutos, mas o guarda-redes da SAD sem nome negou-lhe o golo. No ressalto, tirou a bola a Hector Herrera, que estava claramente em melhor posição para marcar. Por um lado, percebo que um avançado só tenha olhos para o golo, mas, por outro, graças a Jorge Nuno Pinto da Costa que André Pereira não tenha estado sequer perto do Estádio da Luz no dia 15 de Abril de 2018.

Soares

Há várias coisas que eu gosto em Soares: primeiro, tem ar de estivador em greve que não vai deixar passar os traidores; segundo, marca golos que me deixam ver o jogo mais descansada; terceiro, tem mesmo ar de estivador em greve e eu respeito muito isso.

Sérgio Oliveira

Estava distraída a olhar para o telemóvel quando ouvi a voz do speaker demasiado alta a anunciar a substituição. Estamos um bocado atrasados no que ao sistema de som diz respeito, ainda não sabemos usá-lo para fingir apoio à equipa.

Marega

Fica só aqui a sugestão: uma palestra sobre o efeito Marega na Faculdade de Motricidade Humana.

Mbemba

Já agora, não era preciso tanto, mas obrigada por adiarem o River-Boca para outra altura que não quando joga o FC Porto.