Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

Alguém a ser essencialmente rápido, mas num lance ou outro continuou a ser um amor. Quem será? (por Lá em Casa Mando Eu)

Num jogo em que nem tudo esteve, sempre, controlado, a coisa não corria propriamente bem a Sérgio Oliveira, mesmo tendo marcado o golo que garantiu "os dois milhões e tal de euros que vale esta vitória". Dinheiro que o Lá em Casa Mando Eu teme que não chegue "para pagar o casamento de Sérgio Oliveira, por isso, se o senhor Domingos Soares Oliveira me estiver a ler, pode deixar o NIF do Benfica nos comentários"

Lá em Casa Mando Eu

TOLGA BOZOGLU

Partilhar

Casillas

Passou o jogo a gritar com os colegas como se estivesse na final da Liga dos Campeões, provando que, com Iker Casillas em campo, nunca há jogos que não contam para nada.

Maxi Pereira

Não estive a contar, mas pareceu-me que foi ele que foi ultrapassado e obrigou Felipe a fazer penálti no primeiro golo do Galatasaray, que foi ele que conseguiu deixar um adversário duas vezes em jogo no segundo golo dos turcos e que foi ele que fez o penálti que lhes podia ter dado o terceiro. Apesar de ter perdido o lugar nos jogos do campeonato, Maxi Pereira foi totalista nas partidas da Champions, mostrando que, provavelmente, Sérgio Conceição também não está a contar nada nesta competição.

Felipe

Marcou o primeiro golo da partida, fugindo à marcação de um central brasileiro do Galatasaray, que começou a ter cabelo desde aquela gravíssima lesão contra o Arouca. Afinal, há males que vêm por bem.

Diogo Leite

Não se pode chegar a grandes conclusões em jogos que já não contam para nada e em que meia equipa é “inventada”. Para o que foi, serviu bem e deu mais um passo no seu crescimento. Continuo convencida que um dia poderá valer-nos muitos milhões e perdoem-me as várias referências ao dinheiro ao longo deste texto, mas estou um bocadinho em pânico desde que soube que o aluguer de um toldo para um dia custa 800 euros.

Alex Telles

Parece que está novamente com as bolas paradas afinadas e nem o ambiente difícil da sua antiga casa o travou. Aliás, quando vejo estes jogos na Turquia, percebo sempre por que é que os jogadores que depois vêm para cá atuam sempre com um ar despreocupado e sem pressão. Somos uns meninos.

Danilo

Muitas bolas pelo ar e pouco controlo do jogo são características pouco apreciadas por esta adepta, portanto tenho confiança que o senhor comendador lhes esteja a explicar, a esta hora, no balneário, que isto foi apenas um pequeno interregno na nossa caminhada para a excelência.

Sérgio Oliveira

O jogo nem lhe estava a correr propriamente bem, mas foi ele quem sentenciou a partida, ao marcar o 3-1, contribuindo assim para os dois milhões e tal de euros que vale esta vitória. Dinheiro que, da forma que está o mercado, pode não chegar para pagar o casamento de Sérgio Oliveira, por isso, se o senhor Domingos Soares Oliveira me estiver a ler, pode deixar o NIF do Benfica nos comentários.

Herrera

O meio-campo mudou radicalmente neste jogo e eu já nem sei se Herrera não terá sido o melhor. Também já não sei grande coisa, porque o sorteio dos oitavos-de-final está aí a chegar e toda eu sou nervos.

Hernâni

Foi essencialmente rápido, mas num lance ou outro continuou a ser um amor.

Adrián López

Da outra vez que o FC Porto tinha feito 16 pontos na fase de grupos da Liga dos Campeões, tinha Sérgio Conceição, Drulovic e Jardel no ataque. Hoje tinha Hernâni, Adrián López e Marega. Ou seja, mais do que um recorde, alcançou-se hoje um milagre.

Marega

Cinco golos marcados em cinco jogos consecutivos, a morder os calcanhares a Messi na melhor prova de clubes do mundo. Enfim, um dia normal na vida de Moussa Marega.

André Pereira

Convencido que o nosso adversário dos oitavos-de-final vai estudar este jogo, Sérgio Conceição fez de tudo para os confundir.

Jorge

De tudo, mesmo.

Chidozie

Eheheheh isto já foi gozar.