Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

Lá em Casa Mando Eu teve acesso exclusivo às mensagens de Pepe com Felipe e a uma prova irrefutável da forma física de Marega

O FC Porto venceu o Vitória de Setúbal, por 4-0, na 2ª jornada da Liga 2019/20, e Catarina Pereira está com algumas dúvidas sobre o que deve sentir em relação a alguns portistas, particularmente Zé Luís: "Muito esquisito isto de termos um avançado que, entre outras coisas, marca golos. Estou ligeiramente desconfiada. E eufórica. Mas estou a controlar-me. Não sei se estou a conseguir"

Catarina Pereira (Lá em Casa mando EU)

Quality Sport Images

Partilhar

Marchesín

Não sigo o campeonato mexicano (surpresa!) e são poucas as opiniões que valorizo durante o mercado de transferências. Por isso, imaginem o quão bom é ver este Marchesín na nossa baliza. Muito obrigada a quem o trouxe, que isto aqui também não pode ser sempre a dizer mal.

Corona

Diz muito sobre o atual estado das coisas que um jogador que começou a pré-época a segundo avançado seja o terceiro lateral-direito da época e o primeiro a não ser assobiado.

Pepe

Tive acesso EXCLUSIVO à troca de mensagens entre Pepe e Felipe durante o jogo:

Marcano

Uma pena que o Krasnodar não tenha jogado com Zequinha e Hachadi na frente. As coisas teriam corrido melhor e as avaliações desta cronista sobre o nosso central não tinham este cinismo, este ar de que toda a gente (nomeadamente Marcano) lhe deve dinheiro (nomeadamente 44 milhões).

Alex Telles

Sempre muito perigoso nas bolas paradas, pelo que mantém a sua importância na equipa e na Real Fevr.

Danilo

Fez ali uma grande asneira que podia ter dado golo do Vitória, mas o que seria da vida sem estes momentos de alguma emoção?

Uribe

Tem pinta de ser o jogador certo para o meio-campo desta equipa. Tem intensidade e tem corpinho para a aguentar. Acho que podemos ter substituído bem o número 16. A minha única dúvida é se é capaz de marcar o golo da vitória aos 90’ na Luz, mas, Uribe, estás à vontade para me mostrar isso assim que possível.

Romário Baró

A Liga marca jogos à segunda-feira para equipas que não jogam a Europa e marca jogos a horas para lá da hora de deitar do nosso médio. Beneficiando da autorização da encarregada de educação, Baró começou por fazer uma exibição tímida, mas foi ganhando confiança nos terrenos centrais que mais gosta de pisar. Acabou por ser substituído para lavar os dentes, xixi e cama.

Luis Díaz

Voltou a marcar e a festejar, sendo que desta vez foi o 4-0 e não o 2-3, portanto julgo que ele já está a perceber melhor o que é isto do futebol.

Zé Luís

Muito esquisito isto de termos um avançado que, entre outras coisas, marca golos. Estou ligeiramente desconfiada. E eufórica. Mas estou a controlar-me. Não sei se estou a conseguir.

Marega

Nakajima

Não precisa de muito tempo para pegar no jogo e fazer coisas diferentes, embora também não pareça, mas seja mais fácil pegar nisto com uma goleada ao Vitória de Setúbal do que numa quase goleada do Krasnodar.

Soares

Levou um grande abraço de Sérgio Conceição antes de entrar e aquelas palmas tímidas do Dragão, em jeito de “vamos consolá-lo porque não está com vida fácil”, mas “não vamos dar-lhe a entender que queremos muito vê-lo jogar”.

Fábio Silva

É craque, vai ser craque e precisa de jogar para tudo isso. Agora vamos todos descansar uma semaninha que bem precisamos.

Um, dois, três (e quatro): a conta que Zé Luís fez

Sérgio Conceição apostou em Zé Luís (e Marega) para a frente de ataque frente ao Vitória de Setúbal e o reforço correspondeu, marcando três golos (o outro foi de Díaz) e dando a vitória ao FC Porto (4-0)